Mais uma turma do Mestrado em Nutrição inicia atividades


16/03/2009 08h27 - Atualizado em 13/08/2014 às 00h33
context/imageCaption

Professores de Nutrição: da esquerda para direita, Cyro, Terezinha, Suzana Lima, Maria de Lourdes e Haroldo

Compareceram à aula inaugural da 5ª  Turma de Mestrado da Faculdade de Nutrição, Especialização em Nutrição Humana, vários professores do curso, entre eles os professores Cyro Rego Cabral Jr., Terezinha  da  Rocha  Ataide e Suzana Lima de Oliveira. Também estava presente a coordenadora do curso de Medicina da Ufal, professora Maria de Lourdes Fonseca Vieira.

O professor Haroldo Ferreira, diretor da unidade, proferiu a palestra intitulada “Situação de nutrição e saúde da população alagoana e o Mestrado em Nutrição da Ufal” e destacou a contribuição da pós-graduação para identificar os principais problemas da alimentação e nutrição em Alagoas, além da contribuição da pesquisa para o planejamento de políticas públicas nessa área.

Após processo seletivo, que foi constituído de quatro etapas, a coordenação do mestrado em Nutrição divulgou, semana passada, a relação dos candidatos aprovados para compor a 5ª turma. De um total de 60 inscritos, 19 candidatos foram aprovados, sendo 10 para a área de Nutrição e Desenvolvimento Fisiológico, 6 para a área de Epidemiologia dos Agravos Nutricionais e 3 para Análise de Alimentos e Segurança Alimentar.

O Programa, aprovado pela Capes em dezembro de 2004, foi criado com o objetivo de formar recursos humanos para o exercício do Ensino Superior e da Investigação Científica em Nutrição envolvendo, especialmente, temas de interesse regional.  As atividades acadêmicas tiveram início em abril de 2005, com uma turma de 16 alunos.

Segundo o Professor Cyro Rego Cabral Jr, o programa vem passando por um intenso processo de reestruturação visando ajustar-se às novas exigências da CAPES. “Dentre as medidas adotadas estão um maior rigor no processo de credenciamento de orientadores, a instituição da avaliação sistemática do programa e, inclusive, a reformulação de seu regimento interno” explica o professor.