Ufal recebe equipamentos para usina solar de 125.000 Watts de potência

Módulos fotovoltaicos vão gerar economia para a Universidade e servir de laboratório para cursos das engenharias
Por Manuella Soares - jornalista
27/11/2020 17h35 - Atualizado em 30/11/2020 às 10h52
context/imageCaption

Professor Márcio Cavalcante, coordenador do projeto de P&D

Mais uma etapa do cronograma foi efetivada e a Universidade Federal de Alagoas está caminhando para ter a primeira miniusina de energia solar de Alagoas construída em espaço público. Os equipamentos para instalação já foram adquiridos pela Equatorial Energia e chegaram ao Campus A.C. Simões. São 376 módulos fotovoltaicos e cinco inversores capazes de gerar 125.000 Watts de potência.

“É um sonho que está um pouco mais próximo de ser realizado depois de toda expectativa criada pela comunidade acadêmica”, comemorou Márcio Cavalcante, coordenador do curso de Engenharia de Energia e do Projeto de Eficiência Energética e Minigeração na Ufal, que foi aprovado pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), garantindo um investimento de mais de R$ 2 milhões.

A próxima fase, já em andamento, é a contratação da empresa que vai executar a construção da miniusina, sob a responsabilidade da Equatorial. De acordo com o professor Márcio, a distribuidora recebeu algumas propostas de orçamento e está em negociação para iniciar as obras.

A Miniusina Solar Fotovoltaica da Ufal ficará ao lado do Fórum Universitário, na entrada do campus, e vai ocupar uma área de três mil metros quadrados. O espaço terá sala de controle e de reuniões; Eletrocentro, onde serão instalados os inversores; almoxarifado; e a cobertura, destinada à Estação Meteorológica.

“Será um importante laboratório a céu aberto utilizado dentro do contexto do nosso projeto de Pesquisa e Desenvolvimento [P&D], mas continuará servindo à comunidade acadêmica, não só gerando energia para a instituição e diminuindo a conta de energia do Campus A.C. Simões, como também servindo de laboratório de pesquisa para os cursos”, reforçou o coordenador.

Retorno financeiro e intelectual

O projeto de Pesquisa e Desenvolvimento (P&D) envolve professores das engenharias Civil (Ctec), da Computação (IC) e de Energia (Ceca) da Ufal. O trabalho foi contemplado no edital da Aneel para as áreas de Eficiência Energética e Minigeração, destinado a todas as universidades públicas de ensino superior do país.

Aprovado sem restrições e destaque entre os quatro melhores projetos de P&D submetidos para a Aneel, o objetivo geral do projeto é a instalação, o monitoramento, a análise e a avaliação de sistemas de geração solar fotovoltaica, além do desenvolvimento de um sistema supervisório de baixo custo e não invasivo, para ser empregado na medição, no diagnóstico e na detecção de perdas na rede elétrica da Universidade, com o objetivo de monitorar e melhorar os indicadores de eficiência energética.

Confira aqui como vai ficar a miniusina.