Medicina, Energias Renováveis e Ciências Econômicas conquistam nota 4

Cursos da Famed, Ceca e UE Santana do Ipanema passaram por avaliação presencial do MEC nos primeiros meses de 2019
Por: Thâmara Gonzaga – jornalista - 11/04/2019 às 08h39 - Atualizado em 17/04/2019 às 14h58
context/imageCaption

Cursos foram avaliados pelo Inep, ligado ao MEC

Os cursos de Medicina do Campus A.C. Simões, de Engenharia de Energias Renováveis do Centro de Ciências Agrárias (Ceca). e de Ciências Econômicas da Unidade Educacional (UE) Santana do Ipanema conquistaram nota 4, numa escala de 1 a 5, em avaliação realizada, este ano, pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), vinculado ao Ministério da Educação (MEC). 

Os três cursos passaram por avaliação local, quando receberam a visita dos avaliadores em suas unidades. Com esses conceitos, Medicina e Ciências Econômicas obtiveram renovação do reconhecimento de curso, enquanto a graduação em Engenharia de Energias Renováveis conquistou o reconhecimento. “Isso fortalece a nossa Universidade e demonstra também o empenho coletivo para a melhoria desses conceitos em uma realidade bastante adversa”, destaca a reitora Valéria Correia.

“A Famed [Faculdade de Medicina] está de parabéns pelo esforço conjunto e brilhante de toda equipe. Foi um trabalho árduo, mas prazeroso, diante da colaboração de tantos que vestiram a camisa da Faculdade. Tivemos a honra de participar deste processo de avaliação e agradecemos o empenho da Procuradoria Institucional, dos docentes, discentes e técnicos que apoiaram e garantiram o nosso sucesso”, comemora a diretora Iasmin Duarte. “O caminho continua e não perdemos de vista o desafio de chegar a 5. Com muito orgulho, somos todos Famed”, ressalta. 

O professor Rogério Bernardo, coordenador do curso de Medicina, também comemora o resultado conquistado. “A Famed vem em uma constante crescente na sua qualidade. Todo esse êxito teve início há anos, com um processo trabalhoso, discursivo e altamente sólido de melhora no nosso conceito. O empenho de toda a unidade acadêmica, seus docentes e técnicos com a ampla participação discente foi primordial para esse resultado. A conquista é nossa, mas o benefício é para toda a sociedade”, argumenta o docente. “A Famed tem décadas de serviço prestado a toda sociedade alagoana, centenas de médicos formados para nosso perfil, dezenas de projetos de extensão, inúmeras pesquisas oriundas do nosso corpo acadêmico. A maior instituição de ensino médico do Estado não poderia ter reconhecimento menor que esse. Já estamos trabalhando em busca de melhorias e progressos”, destaca Bernardo. 

Com atividades iniciadas em 2014, essa foi a primeira nota obtida pela graduação em Engenharia de Energias Renováveis. O coordenador do curso, professor Márcio André Araújo Cavalcante, agradeceu a comunidade acadêmica pelo conceito 4 conquistado na primeira avaliação. “Agradeço a todos pelo empenho e pela torcida: professores, secretários, entidades estudantis e demais estudantes. Esta avaliação mostra que estamos no caminho certo para tornar o nosso curso uma referência, e isso só será possível por termos um grupo engajado e que acredita neste sonho”, ressalta. “Quanto ao trabalho da comissão de avaliação designada pelo MEC, reconhecemos que o relatório produzido reflete bem a situação atual do curso, apontando nossos pontos fortes e nossas fragilidades. Este documento será utilizado pelo Colegiado para definir ações que promovam a melhoria dos indicadores de qualidade da graduação”, informa. 

O docente destacou o empenho da Gestão da Universidade durante a etapa avaliativa. “Agradeço por todo o apoio da atual Gestão da Ufal neste importante processo de avaliação e reconhecimento do curso, em especial à professora Jusciney Santana, por toda orientação e ajuda, e ao professor José Vieira, por ter nos prestigiado nos momentos de recepção e despedida da comissão de avaliação”, acrescenta. 

O coordenador também ressaltou o apoio da direção do Ceca: “Destaco o empenho da direção, em particular do professor Gaus Silvestre, na preparação para esta visita, assim como nas ações que visam promover a consolidação do curso, mesmo diante de um cenário de restrições de vagas e orçamento”. 

Trabalho da PEI para melhoria dos indicadores dos cursos 

Responsável por fornecer informações aos sistemas do Ministério da Educação (MEC) referentes aos processos regulatórios da instituição, a Procuradoria Educacional Institucional (PEI) acompanha e orienta os processos avaliativos aos quais a Ufal e seus cursos são submetidos. 

Ao avaliar as recentes notas obtidas pelas graduações da Universidade, a procuradora Institucional Educacional, professora Jusciney Carvalho, argumenta que “são resultados de uma rede colaborativa de trabalho, que envolveu tanto a gestão central, quanto a local do campus e toda a equipe das unidades”. E reforça: “Nosso trabalho integra um coletivo que vem buscando garantir as melhorias nos cursos de graduação e de pós-graduação da Universidade”. 

A procuradora considera ser “extremamente oportunas essas avaliações positivas, tendo em vista os ataques que as universidades públicas, sobretudo na região Nordeste e no interior dos estados, têm enfrentado, com a progressiva redução do orçamento anual, que tem como efeito imediato o comprometimento da realização com qualidade das nossas atividades fins, principalmente, nos campi fora de sede cujas condições para sustentabilidade são ainda mais preocupantes”. 

Jusciney Carvalho afirma que “os cursos avaliados mostraram, perante o MEC, o quanto vêm evoluindo, o que evidencia todo o envolvimento da comunidade com a área de atuação profissional e as regiões atendidas. Alunos, professores, técnicos e gestores, todos estão de parabéns por mais essa importante conquista”, comemora.

A reitora Valéria ainda ressalta o esforço institucional para a ascensão dos cursos. “Vamos inaugurar um novo bloco da Famed, que significa a melhoria da estrutura e também a Unidade Docente Assistencial, então, demonstra todo nosso empenho. Também temos a expectativa de construir um bloco de laboratórios para o curso de Engenharia de Energias Renováveis. São boas notícias que agregam qualidade em termos de infraestrutura para esses cursos que já têm resultados positivos”, frisa.

Para saber conceito de outros cursos da Ufal, clique aqui https://ufal.br/ufal/noticias/2018/9/mais-7-cursos-da-ufal-sao-avaliados-positivamente-pelo-mec.