Ufal e Sociedade entrevista representante dos restaurantes universitários

A conversa abordou a trajetória do RU, agricultura familiar e as fake news em torno do Restaurante
Por Pedro Ivon - estagiário de Jornalismo
25/11/2019 11h00 - Atualizado em 25/11/2019 às 15h36
context/imageCaption

Milena e Tanyara, do RU, foram as entrevistadas pelo Ufal e Sociedade

Nesta edição do Ufal e Sociedade, a jornalista Lenilda Luna entrevistou a gerente dos Restaurantes Universitários (RUs) da Ufal, Milena de Castro, e a técnica de nutrição do RU, Tanyara de Medeiros. A conversa girou em torno da importância dos restaurantes para a formação dos estudantes, as fake news envolvendo o RU e a relação com a agricultura familiar.

Durante o programa, foi falado sobre a trajetória do RU, que começou com um atendimento a um público bem limitado e aos poucos foi se expandindo, chegando ao número atual de cinco restaurantes universitários, espalhados pelos quatro campi da Ufal. “O Restaurante também é um local acadêmico. Nós recebemos estudantes não só do curso de Nutrição, mas também de outros. Administração, Arquitetura, Engenharia, os diversos cursos da Universidade também fazem do RU um laboratório”, explicou Tanyara.

“A gente se sente muito feliz por isso, por conseguir contribuir com a vida acadêmica de muitos, muitos alunos mesmo. Inclusive, a gente gostaria até de atender um público maior, mas infelizmente nossa capacidade não comporta”, destacou Milena.

As fake news divulgadas sobre o Restaurante também foram abordadas. Taniara salientou que quando um problema é identificado é preciso ir até a fonte, para que o acontecimento seja investigado. A propagação de imagens que indicam alguma falha do restaurante não ajuda a resolver o problema. “Quando a gente recebe a reclamação e a gente consegue verificar, então vamos averiguar em todo o processo se houve alguma falha e vamos corrigir, mas tem fatos que acontecem pela internet e não tem como verificarmos se realmente aconteceu”, alegou Milena.

Relatos de alunos que foram visitar a equipe do RU para agradecer também foram contados, mostrando que existem aqueles que são gratos pelo que lhes é ofertado. “Existe um reconhecimento, um agradecimento. Um reconhecimento até das pessoas que trabalham lá. O ‘agradecer todos os dias’. Um ‘obrigado pela forma que me trata’, um ‘obrigado pelo RU’. Então a gente também recebe um agradecimento por todo o trabalho”, contou Tanyara.

A entrevista completa pode ser conferida em nosso podcast, clicando aqui.

Veja também mais informações sobre a pesquisa de satisfação do RU, aberta até 29 de novembro.