Portal do Governo Brasileiro

Cedu comemora sucesso de curso sobre Pobreza, Educação e Desigualdade Social

Centro de Educação reforça compromisso com a educação alagoana
10/05/2018 às 09h12

Cairo Martins - estagiário de Jornalismo 

Professores, coordenadores e profissionais que atuam na educação básica se reuniram, na manhã da última terça-feira (8), para o encerramento do curso de aperfeiçoamento em Educação, Pobreza e Desigualdade Social (EPDS). A cerimônia foi presidida pelo vice-reitor da Universidade Federal de Alagoas (Ufal), professor José Vieira da Cruz, no auditório da Reitoria. As atividades tiveram início após apresentação de dança contemporânea com o bailarino Jabson da Silva Cavalcante, da ONG Família Alagoana Down. 

Vieira deu início a solenidade afirmando que “A Universidade Federal de Alagoas cumpre mais uma vez o seu papel e seu compromisso”. Segundo ele, mesmo enfrentando crise financeira, a chama da Ufal permanece acesa cumprindo seu papel institucional, dando resposta às demandas da sociedade. 

A coordenadora do EPDS, Edna Cristina do Prado, parabenizou a todos os envolvidos pela dedicação e empenho em discutir uma temática ousada e corajosa. “Discutir pobreza e relacioná-la com educação em um Estado como o nosso é um desafio e os nossos tutores e professores conseguiram”, destacou. 

Os assuntos destinados a discutir a pobreza e suas relações com a educação resultou em uma linha de pesquisa no Centro de Educação (Cedu), do Campus A.C. Simões, que se estenderá também na criação de um grupo de pesquisadores na Unidade de Ensino de Penedo. 

“O Centro de Educação consolida uma tendência histórica, que é se comprometer com a educação alagoana em todos níveis. Nessa perspectiva, vemos a consolidação de um trabalho formador, na discussão da pobreza relacionada à educação”, disse o diretor do Cedu, José Eduardo de Oliveira. 

No encerramento, o presidente da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Alagoas (Fapeal), Fábio Guedes, ministrou a palestra A importância das políticas públicas para o combate à pobreza e analfabetismo numa realidade subdesenvolvida. 

Também participaram da cerimônia a procuradora Educacional e coordenadora do Comfor, Jusciney Carvalho; a coordenadora de programas e projetos da Proex, Maria Betânia Gomes da Silva Brito; e representando a Secretaria de Estado da Educação de Alagoas (Seduc), a assistente social e supervisora de programas e projetos da Seduc, Tereza Nelma Barbosa. 

O curso é resultante da parceria entre a Pró-reitoria de Extensão (Proex) da Ufal e a Coordenação Geral de Acompanhamento da Inclusão Escolar, vinculada à Diretoria de Políticas de Educação em Direitos Humanos e Cidadania da Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização, Diversidade e Inclusão (Secadi/MEC).