Portal do Governo Brasileiro

Governador garante apoio à realização da 70ª Reunião da SBPC em Alagoas

Reitor em exercício da Ufal, José Vieira Cruz, e presidente da SBPC, Ildeu de Castro, foram recebidos em audiência
09/03/2018 às 11h12 - Atualizado em 12/03/2018 às 13h23
context/imageCaption

Reitor em exercício apresentou o projeto do evento

Lenilda Luna - jornalista 

O governador de Alagoas, Renan Filho, recebeu em audiência, realizada na tarde desta quinta-feira (8), o reitor em exercício da Universidade Federal de Alagoas (Ufal), professor José Vieira, e o presidente da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC), professor Ildeu de Castro Moreira, acompanhados de integrantes da equipe organizadora da 70ª Reunião Anual da SBPC. O secretário de Estado de Ciência e Tecnologia, Regis Cavalcante, também participou da reunião. 

O evento, considerado o maior na área científica da América Latina, será realizado pela primeira vez em Alagoas, de 22 a 28 de julho deste ano. O governador relatou que quando era estudante de economia da Universidade de Brasília (UnB), teve a oportunidade de participar de uma reunião da SBPC. “Eu lembro bem da efervescência que uma reunião dessa magnitude provoca no campus e o quanto influencia centenas de novos pesquisadores. É um novo mundo que se descortina para os participantes de um evento grandioso como esse”, ressaltou Renan Filho. 

Após ouvir o relato dos professores José Vieira e Ildeu de Castro sobre a organização da reunião no campus da Ufal, o governador garantiu que a equipe de governo está engajada na realização de um evento de qualidade. “Além do presidente da Fundação de Amparo à Pesquisa de Alagoas (Fapeal), professor Fábio Guedes, que já está acompanhando a organização do evento desde a candidatura de Alagoas para sediá-lo, também temos como interlocutor o secretário Régis Cavalcante, que ficará em contato com a equipe organizadora para encaminhar as demandas com apoio integral do Estado”, destacou o governador. 

O presidente da SBPC considerou a reunião muita positiva. “A acolhida do governador foi muito simpática e produtiva. A garantia de apoio do Governo do Estado é fundamental para a realização de um grande evento. Estamos saindo daqui com a certeza de que teremos esse envolvimento dos vários setores, na infraestrutura, na segurança, na divulgação, no conteúdo que será exposto e debatido, que é decisivo para uma reunião muito rica”, comemorou Ildeu de Castro. 

Ildeu de Castro ressaltou a importância das parcerias nessa conjuntura político-econômica difícil para as universidades públicas brasileiras. “Estamos vivendo um momento de cortes no orçamento para a pesquisa. As universidades também sofreram redução de recursos para custeio e investimento. Mas, independente das dificuldades, vamos fazer uma grande reunião em Alagoas e superar os obstáculos. Não tenho dúvida na capacidade da equipe local de realizar um evento muito bom”, afirmou Ildeu de Castro. 

Outras pautas 

Na oportunidade da audiência sobre a SBPC, o reitor em exercício, José Vieira, apresentou outras pautas importantes para a Universidade e que necessitam do apoio do Governo do Estado. “Solicitamos a liberação, o mais rápido possível, dos recursos das emendas de bancada para o Hospital Universitário. São R$ 4,5 milhões que foram destinados pelos parlamentares alagoanos à saúde e que foram encaminhados para o Governo de Alagoas, com o compromisso de serem repassados para equipar e reformar o Hospital.  É um investimento relevante para o usuário do SUS em Alagoas, já que o HU é referência em várias especialidades de média e alta complexidade”, declarou José Vieira. 

Também foi solicitada a regulamentação da comissão que vai combater a prática de tortura em Alagoas. “Esse comitê de Direitos Humanos tem a participação da Ufal e de todas as esferas de representação política no Estado e é importantíssimo para garantir o combate à violência. Muito oportuna essa discussão no Dia Internacional da Mulher. Temos a certeza de que esta pauta será encaminhada rapidamente pelo Governo”, disse o reitor em exercício. 

O governador de Alagoas garantiu apoio ainda para solicitações de infraestrutura feitas pela Universidade. “Pedimos a implementação de obras no asfalto da estrada de acesso ao Campus do Sertão em função das obras de reconstrução da AL- 145, que liga Água Branca à Delmiro Gouveia. Também uma maior segurança na AL 110 devido os acidentes que ocorreram com transporte de estudantes no ano passado. O governador destacou ainda o asfaltamento no trecho da rodovia AL 445 que liga Viçosa à Pindoba, beneficiando o curso de Medicina Veterinária”, finalizou José Vieira.