Portal do Governo Brasileiro

Palestra sobre plantas medicinais ocorre na Ufal e reúne interessados no tema

Evento organizado por projeto de extensão trouxe palestrante da Escola Humaniversidade
Por: Pedro Ivon – estagiário de Jornalismo - 05/11/2018 às 15h31 - Atualizado em 05/11/2018 às 17h07
context/imageCaption

Palestra sobre fitoterapia aconteceu na última quinta-feira (1)

Foi realizada, na manhã da última quinta-feira (1), a palestra Uma Manhã de Descobertas, com o professor Gilson Giambelli, da Escola Humaniversidade. O evento foi promovido pelo projeto de extensão Sala de Cuidados Antônio Piranema e teve como tema plantas medicinais e terapias naturais.

“Na Sala de Cuidados Antônio Piranema nós trabalhamos com as práticas integrativas e complementares de cuidar da saúde. Entre essas práticas se incluem também a fitoterapia, o uso de ervas medicinais, de aromaterapia”, pontuou Sueli Nascimento, uma das organizadoras da palestra e membro do Núcleo de Saúde Pública (Nusp).

De acordo com ela, “o professor Gilson Giambelli é promotor de um curso de naturopatia na Humaniversidade Holística de São Paulo e uma das terapeutas holísticas colaboradoras da Sala de Cuidados, a Ana Lúcia, é aluna dele, então ela fez essa articulação de trazer o professor aqui, para ter uma roda de conversa, uma palestra”.

Giambelli, durante sua fala, explicou o que eram plantas medicinais e também tratou do uso tradicional destas na cultura dos povos. Para ele, o uso de ervas medicinais de maneira empírica é tão significativo quanto o uso feito a partir do conhecimento científico. Para o pesquisador, apesar de alguns princípios ativos não terem sido estudados ou descobertos ainda, tem-se em mente os efeitos que que eles provocam. O docente também apresentou os benefícios de alguns exemplares de ervas levados para a palestra.

“Quando a gente fala de plantas medicinais, a gente tem um recurso natural. E quando se fala em recurso natural, a gente está pensando em coisas que sejam métodos não-invasivos, métodos não-agressivos, como os convencionais. E a gente está falando de recursos dos quais podemos tirar substâncias pra auxiliar a saúde pública e das pessoas”, disse o professor da Humaniversidade.

Plantas endêmicas e alertas sobre o consumo de determinados tipos de ervas também foram abordados na palestra. Os ouvintes participaram perguntando sobre o uso de plantas como o barbatimão.

Os participantes inscritos terão certificação.