Servidores participam de capacitação sobre nova versão da plataforma Moodle

Curso contempla os professores da Universidade
25/05/2015 às 16h27 - Atualizado em 28/05/2015 às 14h29
context/imageCaption

Professora Regla Toujaguez ministra suas aulas uma vez por semana por meio da plataforma EAD e aprova os resultados obtidos

David Cardoso – estudante de Jornalismo

Docentes da Educação a Distância (EAD) da Universidade Federal de Alagoas (Ufal) compareceram a mais uma aula de capacitação sobre a plataforma Moodle, na última sexta-feira (22). A atividade foi realizada no Centro de Tecnologia (Ctec), localizado no Campus A.C. Simões, em Maceió. A última aula presencial acontecerá no dia 30 de maio.

O Moodle é uma plataforma virtual destinada a auxiliar educadores a criar comunidades onlines de aprendizagem e capacitar os professores para o uso de todas as ferramentas disponíveis. De acordo com a orientadora Bruna Diniz, essa versão não trouxe grandes mudanças, mas continua sendo fundamental que o professor receba formação regular sobre a plataforma, principalmente quando surge uma nova atualização. “Durante a migração de um modelo de educação presencial para o modelo de educação a distância, a falta de conhecimento sobre o ambiente gera uma maior dificuldade para o professor organizar a disciplina, produzir interatividade com os alunos e colaborar para a melhoria na qualidade de ensino”.

A professora de Geologia, Regla Toujaguez, ministra suas aulas uma vez por semana por meio da plataforma EAD e aprova os resultados obtidos. “Tem contribuído de maneira positiva, por meio dessa plataforma recebo rapidamente a resposta das atividades que são passadas e isso facilita para descobrir onde os alunos estão sentindo mais dificuldade”, explicou.

Os alunos notaram a diferença no jeito de elaborar as disciplinas e estão correspondendo às expectativas dos professores, “A Educação é a distância, mas não pode ser uma educação distante, tantos os professores quanto os alunos são beneficiados”, destacou Bruna. Já a professora de Química, Andréa Fernandes, também comemora o sucesso do ambiente de aprendizagem virtual. “Facilita cada dia mais e os alunos estão respondendo positivamente às atividades inseridas na plataforma”, salientou.