Ufal e Ifal compartilham ideias, projetos de pesquisa para firmar parcerias

Momento desafiador uniu as duas instituições, que preparam ações e projetos para próximo ano
Por Jacqueline Freire – jornalista / Fotos Renner Boldrino
21/09/2021 15h04 - Atualizado em 23/09/2021 às 17h49
context/imageCaption

Reitor da Ufal, Josealdo Tonholo, reitor do Ifal, Carlos Guedes, e vice-reitora da Ufal, Eliane Cavalncanti, partilharam ideias e conhecimentos em defesa da educação pública

Os reitores da Universidade Federal de Alagoas (Ufal) e do Instituto Federal de Alagoas (Ifal), acompanhados de pró-reitores e assessores da gestão das duas instituições, se reuniram na tarde de segunda-feira (20) para firmar parcerias e compartilhar ideias e projetos para melhor administrar a educação superior no Estado. A reunião de trabalho que aconteceu na sala dos Conselhos Superiores da Ufal serviu para estreitar laços e preparar ações para o próximo ano.

O reitor da Ufal, Josealdo Tonholo, abriu a reunião dando boas-vindas à equipe do Ifal e enfatizando que Alagoas é um Estado muito melhor hoje, com a presença de grandes instituições de ensino. “É um privilégio muito grande ter todos vocês conosco para somar nossas competências. Trabalhamos dentro de um time, somos uma orquestra afinada. Acertamos e erramos muito, mas somos apaixonados pelo que fazemos”, disse.

A vice-reitora da Ufal, Eliane Cavalcanti, comemorou a oportunidade do encontro entre as duas instituições. “Apesar de já estarmos há um ano e meio na gestão, faltava esse momento de partilha. Temos muito o que aprender de ambos os lados”, afirmou.

O professor Carlos Guedes, reitor do Ifal, apresentou a estrutura administrativa da instituição, seus pólos e campi, presentes hoje em 16 municípios alagoanos. “Enfrentamos agora o desafio do ensino remoto emergencial, mas continuamos trabalhando com qualidade. Tenho muito orgulho de viver esse momento e posso dizer que nestes tempos desafiadores em que vivemos Alagoas está em boas mãos por ter a Ufal, o Ifal, a Uneal e a Uncisal, promovendo educação de qualidade, social, pública e gratuita”. Guedes lembrou ainda que o Ifal está implantando seis ambientes de pesquisa e inovação e executa hoje diversos projetos de combate à covid-19, com robôs e luminárias de desinfecção, produção de álcool 70%, pulseiras, face shields e pesquisas com uso de própolis vermelha na ação terapêutica.

Estiveram presentes os chefes de gabinete Ubirajara Oliveira, da Ufal, e Zoroastro Neto, do Ifal, além de todos os pró-reitores, coordenadores das pró-reitorias e servidores de setores estratégicos das duas instituições.

Durante a tarde, o reitor Tonholo sugeriu aos pró-reitores que se reunissem para firmar parcerias e projetos específicos para cada área da gestão. “Nesse momento, por conta da pandemia, muitas obras foram paralisadas e sofremos muitos cortes no orçamento. Mas alguns projetos estão funcionando muito bem, a exemplo do Programa de Capacitação Docente (Proford), que já realizou nesse período mais de quatro mil horas de formação para nossos professores. O nosso desafio agora é planejar a execução do orçamento descentralizado a partir do ano que vem”, disse.

As duas instituições se preparam agora para participar do 67º Fórum Nacional dos Reitores da Abruem – Associação Brasileira dos Reitores das Universidades Estaduais e Municipais, evento que acontece entre 27 e 30 de outubro na Universidade Estadual de Alagoas (Uneal).