Pós em Bioquímica e Biologia Molecular abre inscrições em setembro

Programa na Ufal disponibiliza dez vagas para mestrado e três de doutorado
Por: Ascom Ufal - 22/08/2019 às 07h30 - Atualizado em 20/08/2019 às 12h16

Entre os dias 2 de setembro e 1º de outubro estarão abertas as inscrições para aluno regular do Programa Multicêntrico de Pós-graduação em Bioquímica e Biologia Molecular. Neste ano, a Universidade Federal de Alagoas (Ufal), uma das 14 instituições associadas do programa, está ofertando dez vagas para o mestrado e outras três para o doutorado.

Os interessados devem levar na secretaria da Pós-graduação em Bioquímica e Biologia Molecular, localizada no Instituto de Ciências Farmacêuticas (ICF), os documentos pessoais e acadêmicos exigidos pelo Edital e se inscrever online, acessando a página www.sbbq.org.br/multicentrico/siad e o site do Sigaa. (https://sigaa.sig.ufal.br/sigaa/verTelaLogin.do).

O candidato terá a oportunidade de fazer parte dos projetos de pesquisas de oito docentes: Ana Catarina Rezende, Carlos Fraga, Carolinne Marques, Ênio Bassi, Francis Gomes, Hugo Juarez, Leonardo Broetto e Luciano Grillo. Eles são os orientadores da instituição aptos a receber alunos no programa, e contam com vários laboratório para realizar suas investigações: Laboratório de Biologia Celular e Expressão Gênica (Labmeg), do Campus Arapiraca; Laboratório de Pesquisas em Virologia e Imunologia (Lapevi) e Laboratório de Diversidade Molecular (LDM), do Instituto de Ciências Biológicas (ICBS); Laboratório de Bioquímica e Fisiologia de Insetos, do ICF; Laboratório de Bioenergética (LaBio) e Laboratório de Metabolismo e Proteomica (LAMP), do Instituto de Química e Biotecnologia (IQB), para.

O programa é realizado em associação com outras instituições como forma de fortalecer a área de bioquímica no país. A partir desse programa os alunos podem cursar disciplinas em diferentes instituições e realizar pesquisas conjuntas.

Na Ufal, as investigações são realizadas na área de genética do câncer, imunologia, microbiologia, taxonomia, bioquímica de insetos, bioquímica de lectinas, controle do metabolismo mitocondrial e com proteases, para o processamento de alimentos, estudo de seu papel no sistema nervoso central, na hipertensão e nas peçonhas.