Ufal inaugura Jardim Botânico e Setor de Plantas Medicinais

Por: Lenilda Luna - jornalista - 19/12/2019 às 08h40 - Atualizado em 19/12/2019 às 10h56
context/imageCaption

Jardim Botânico de Alagoas fica no Campus de Engenharias e Ciências Agrárias. Foto: Lenilda Luna

A comunidade universitária do Campus de Engenharias e Ciências Agrárias reuniu-se na manhã desta quarta-feira (18) para inaugurar dois equipamentos importantes para os programas de pesquisa, grupos de extensão e projetos de educação ambiental: o Jardim Botânico de Alagoas (JBAL), coordenado pelo professor Carlos Frederico; e o Setor de Plantas Medicinais, coordenado pelo professor Clemens Rocha Fortes. 

A solenidade de inauguração foi presidida pela reitora da Universidade Federal de Alagoas (Ufal), Valéria Correia. Estavam na mesa o diretor do Campus, Gaus Andrade; a vice-prefeita de Rio Largo, Cristina Gonçalves; a pró-reitora de Graduação, Sandra Paz; Fernando Toledo, representando o Instituto do Meio Ambiente; a presidente da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) Tabuleiros Costeiros, Walane de Melo Ivo; o superintendente de Infraestrutura da Ufal (Sinfra), Diogo Henrique, e os dois coordenadores dos equipamentos inaugurados. 

O Jardim Botânico de Alagoas fica na área do campus da Ufal em Rio Largo, e conta com a parceria da empresa Água Mineral Frascalli. “A empresa possui uma área de mais de 200 hectares de mata, que também poderá ser visitada para trilhas com acompanhamento. A princípio, pretendemos aproveitar algumas coleções que mantemos no campus como orquídeas, bromélias, cactos, bambus, plantas medicinais, cana-de-açúcar, passando a incorporar outras coleções como palmeiras e espécies nativas da Mata Atlântica”, explicou Carlos Frederico. 

Já o Setor de Plantas Medicinais vem reforçar um trabalho que já é realizado desde 2006, quando o Ministério da Saúde passou a regulamentar o uso de plantas medicinais dentro das opções terapêuticas e preventivas aos usuários do SUS. “Começamos com uma distribuição pequena, mas agora já contamos com cerca de 30 espécies diferentes de plantas que são encaminhadas para 25 municípios. Já distribuímos mais de 50 mil plantas medicinais pelo Estado”, relata o professor Clemens Fortes. 

Gaus Andrade, destacou o ano de muitas conquistas para o novo campus. “Temos muito a comemorar nesses últimos anos, porque ampliamos e diversificamos as nossas ações. O Ceca, que já era uma referência com o Programa de Melhoramento Genético da Cana-de-açúcar, agora recebe de volta a Fazenda São Luiz, torna-se campus, com a aprovação do Conselho Universitário e agora vai manter um Jardim Botânico que vai nos permitir participar de outras propostas de editais e captação de recursos”, destacou. 

A reitora Valéria Correia finalizou as falas ressaltando a dedicação de toda a equipe de gestão, que enfrentou um período de cortes nos orçamentos das universidades, mantendo um trabalho de qualidade. “Estamos inaugurando o Jardim Botânico de Alagoas, mais um lugar onde a Universidade se coloca à serviço da sociedade, com pesquisa, extensão e educação ambiental. Foi o resultado positivo de um esforço para garantir toda a área do Ceca desenvolvendo os projetos de muita relevância que são realizados aqui”, finalizou a reitora. 

Após a solenidade no auditório, as pessoas presentes circularam pela área do Jardim Botânico, visitaram o orquidário, com espécies nativas da Mata Atlântica, estiveram na horta de plantas medicinais e no bambuzal.

Ouça a entrevista com o coordenador do JBAL no podcast da Rádio Ufal