Grupo de pesquisa representa Ufal em dois eventos de educação

O professor Carloney Alves apresentou trabalhos com alunos no GPTPEM em Pernambuco e Sergipe
Por: Pedro Ivon – estagiário de Jornalismo - 25/09/2019 às 10h28 - Atualizado em 25/09/2019 às 11h54
context/imageCaption

GPTPEM representou a Ufal em dois eventos na área da educação

As cidades de Aracaju, em Sergipe, e Caruaru, em Pernambuco, foram locais de atividades voltadas para a educação dos dias 18 a 21 deste mês. Em Aracaju, promovido pela Universidade Federal de Sergipe (UFS), aconteceu o 13º Colóquio Internacional Educação e Contemporaneidade (Educon), enquanto em Caruaru, promovido pelo Sistema Fecomércio, do Sesc, ocorreu o Congresso de Tecnologias na Educação.

O professor Carloney Alves, do Centro de Educação (Cedu) representou a Ufal em ambos eventos, com integrantes do Grupo de Estudos e Pesquisas em Tecnologias Educativas e Práticas Pedagógicas em Educação Matemática (GPTPEM).

O Congresso em Caruaru teve como objetivo proporcionar o diálogo sobre vivências educacionais de ensino e de aprendizado sob o olhar das metodologias que provocam uma quebra nos padrões e tecnologias educacionais. Já o 13º Educon, abriu o ebate para as novas temáticas e tendências que atravessam as educações básica e superior como campo profissional. 

Alunos apresentam trabalhos voltados para a educação 

Nos dois eventos, o professor Carloney Alves e seu orientando do mestrado, Joenneyres Raio, apresentaram o trabalho Tecnologias Touchscreen em atividades colaborativas para o ensino da Matemática. Já a parceria com as alunas Márcia da Silva e Mércia Cristina, rendeu a apresentação do artigo (Re)Significando o ensino de Matemática através dos contos de assombração com a turma do 5º ano. O trabalho Contribuições para o ensino e aprendizagem de Matemática nos anos iniciais: um olhar na formação inicial dos licenciandos em Pedagogia e Matemática também foi apresentado por Mércia Cristina, ao lado de Angélica Ferreira.

O GPTPEM ainda participou de outras atividades, como é o caso da Oficina de ensino de grandezas e medidas na formação de professores do curso de Pedagogia da Universidade Federal de Alagoas (Ufal), que teve como autoras as alunas Déborah Layanna e Anielly Ildefonso. Déborah também apresentou, com Louse Anne e Thainy Kleia, o trabalho intitulado A produção de jogos na educação infantil a partir de um novo olhar sobre o meio ambiente.

E as estudantes Leila Carla e Marcela Pessôa apresentaram Os jogos e o ensino de Matemática: brincando e aprendendo, levando mais conhecimento desenvolvido na Ufal para um evento com trocas de experiências.