Conselho Universitário rejeita por unanimidade o projeto Future-se

Sessão extraordinária com pauta única aconteceu nesta quinta-feira (10)
Por: Janaina Alves - relações públicas - 11/10/2019 às 13h49 - Atualizado em 11/10/2019 às 13h51
context/imageCaption

Rejeição ao projeto foi unânime (Fotos: Pedro Ivon)

O Conselho Universitário (Consuni) da Universidade Federal de Alagoas (Ufal) deliberou, na última quinta-feira (10), no auditório do Centro de Interesse Comunitário (CIC), a pauta sobre o programa Future-se, projeto de lei proposto pelo Governo Federal, por meio do Ministério da Educação.

A sessão extraordinária do Consuni, presidida pela reitora Valéria Correia, foi aberta à comunidade universitária e contou com presença expressiva de estudantes, docentes e técnicos-administrativos. Na ocasião, foi lido o documento elaborado pelo Grupo de Trabalho, presidido pela professora Virgínia Amaral, e que aponta uma série de razões pelas quais os membros do GT se colocam contrários à implementação do PL. Para saber mais sobre os pontos abordados no documento, clique aqui.

A reitora Valéria Correia destacou as várias atividades criadas para aprofundar o debate sobre o programa. “Em agosto, convidamos a deputada federal e coordenadora da Frente Parlamentar pela Valorização das Universidades Federais, Margarida Salomão, que ministrou a palestra O projeto de lei Future-se e as implicações para o Sistema de Universidades Federais e sua autonomia.O tema foi abordado na Aula Magna do início desse semestre, em três turnos, nos 4 campi, tivemos também a audiência pública na Ufal e a Sessão Especial na Assembleia Legislativa”, relacionou a reitora.

Após a leitura do documento, houve um longo debate, com várias intervenções da comunidade universitária. Em seguida, os conselheiros começaram a votação. A rejeição ao projeto foi unânime.