Procura de estudantes para regularizar pendências supera expectativas

Desligamento de alunos que perderam prazo é medida administrativa

11/07/2017 12h50 - Atualizado em 13/07/2017 às 12h03
context/imageCaption

Carolina Lins, estudante de História conseguiu regularizar situação

Letícia Sant’Ana - estagiária de Jornalismo

A Pró-reitoria de Graduação (Prograd) ainda está recebendo das coordenações dos cursos os dados sobre os estudantes que procuraram a Universidade Federal de Alagoas (Ufal) para regularizar pendências e concluir o curso, mas já se sabe que o número superou as expectativas.

O alerta da pró-reitora Sandra Regina da Paz é que os alunos que não procuraram a Ufal no prazo estabelecido devem ser desligados porque excederam o prazo previsto para a conclusão do curso. “A medida é administrativa, cumprindo o regulamento, isso não é uma expulsão, como chegou a ser veiculado na imprensa, já que o aluno só é expulso quando é punido por algo grave”, explicou a pró-reitora.

O prazo para regularização de estudantes com pendências acadêmicas foi encerrado ontem (10). A ação foi amplamente divulgada e todas as coordenações se empenharam em entrar em contato com os estudantes individualmente para informar sobre a situação. “Identificamos o problema dos alunos em situação de desligamento no ano passado, desde então, passamos a tomar algumas medidas para resolver a questão. Uma delas foi a convocação de alunos que estavam devendo o TCC”, informou Suzana Barrios, da Coordenação de Desenvolvimento Pedagógico da Prograd. Em 2016, 37% dos estudantes diplomados já tinham o tempo de integralização expirado.

A estudante de História, Carolina Lins, teve dificuldades para entregar o Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) durante a graduação, mas regularizou a situação dentro do prazo. Ela lembrou que parte dos estudantes não se dedica apenas ao curso, mas se divide entre trabalho e família, o que dificulta o desenvolvimento do trabalho no tempo hábil. “Muitos alunos já tinham perdido as esperanças em colar grau e agora vão ter uma segunda chance para sair com o diploma. O nível superior é de fundamental importância no mercado de trabalho, a Resolução foi uma grande oportunidade para os alunos”, afirmou. A Resolução Nº 13/2017 foi aprovada pelo Conselho Universitário (Consuni) no dia 8 deste mês.

Oficinas

Outras ações em planejamento são duas oficinas, uma oficina de elaboração de projetos para orientar os estudantes sobre o TCC e, e a outra oficina prevê orientar os alunos sobre a sistematização dos estudos e das leituras para aqueles que se distanciaram das pesquisas e do trabalho de conclusão. “Nossa intenção é que todos consigam concluir seus cursos com sucesso”, finalizou a coordenadora Suzana Barrios. A oficina de elaboração de projetos será ministrada pelo professor Silvio Gamboa, pesquisador na área da Educação, da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp).