Cine Ufal Cultural tem sessão adiada para 20 de julho

Mudança da data é devido ao recesso acadêmico

05/06/2017 13h08 - Atualizado em 05/06/2017 às 13h47
context/imageCaption

Arte de divulgação

Ascom Ufal

A Pró-reitoria de Gestão de Pessoas e do Trabalho (Progep) adiou a primeira sessão do Cine Ufal Cultural, que estava marcada para a próxima quinta-feira (8), devido ao recesso acadêmico. A nova data será 20 de julho, às 14h, no Auditório Nabuco Lopes, localizado na Reitoria da Ufal, onde será exibido o filme Xingu.  A ação, a princípio, era voltada apenas para os servidores da Universidade, mas a Progep estendeu a participação para toda a comunidade universitária.

De acordo com a organização, a proposta dessa ação cultural é exibir filmes com diferentes temáticas a cada três meses, e que, ao final das exibições, possa ser aberta uma discussão sobre o tema abordado, através de um mediador. 

A mediadora desta sessão será Michelle Reis de Machado, professora da disciplina História Indígena no Instituto de Ciências Humanas, Comunicação e Artes (Ichca), que tem por objetivo desmistificar o imaginário social sobre o índio brasileiro. Além da docente, a tribo Tingui Botó também participará da discussão e realizará uma apresentação cultural.

As inscrições devem ser feitas através do link.

O filme

Com direção de Cao Hamburguer, Xingu foi lançado em 2012 e conta a história dos irmãos Orlando, Cláudio e Leonardo Villas-Bôas, que decidem viver uma grande aventura e alistam-se na expedição Roncador-Xingu, partindo numa missão desbravadora pelo Brasil Central. Logo os irmãos se tornam chefes da expedição e se envolvem na defesa dos índios e de sua cultura.

Numa viagem sem paralelo na história, os irmãos Villas-Bôas conseguem fundar o Parque Nacional do Xingu, um parque ecológico e reserva indígena que, na época, era o maior do mundo, do tamanho de um país como a Bélgica. (Fonte: Globo Filmes).