Ufal abre inscrições para curso de Realidade Brasileira

Interessados podem se inscrever até o dia 29; aulas se iniciam em novembro
07/10/2014 às 11h08 - Atualizado em 08/10/2014 às 01h01

Deriky Pereira – estudante de Jornalismo 

A Universidade Federal de Alagoas informa que estão abertas as inscrições para a segunda turma do curso Realidade Brasileira. Os interessados devem comparecer ao Núcleo de Saúde Pública, situado no prédio da Faculdade de Medicina (Famed), no Campus A.C. Simões, em Maceió, até o próximo dia 29. A matrícula será feita entre os dias 31 de outubro e 3 de novembro e as aulas terão início nos dias 7 e 8 do próximo mês. 

Para se inscrever, os interessados devem ficar atentos às normas: a inscrição deve ser feita por meio de preenchimento da ficha de inscrição que pode ser vista no anexo 1 do edital disponível em anexo no final desta página e levar ainda uma carta de intenção e uma declaração de anuência da organização que participa devidamente assinada. A seleção constará da avaliação da documentação do candidato. 

Metodologia do curso 

Tendo como público-alvo as pessoas ligadas a movimentos e pastorais sociais, profissionais vinculados aos trabalhos de educação popular, saúde e movimento estudantil, o curso será organizado em dez módulos presenciais, um final de semana por mês em horário integral das 8h às 21h na sexta e das 8h às 14h no sábado. 

Em cada módulo, será estudada a obra de um pensador brasileiro, mediado por um facilitador convidado para trabalhar a temática e deverá ser produzido um trabalho final com a síntese dos conteúdos apreendido ao longo do curso. A metodologia compreende ainda núcleos de organização proporcionando maior participação, divisão de tarefas, rodas de conversa, trabalhos em pequenos grupos, leitura de textos, debates e exposições dialogadas. 

A organização reforça ainda que é obrigatória a participação em 80% dos módulos para obtenção do certificado a ser emitido pela Pró-reitoria de Extensão (Proex). 

Objetivos do curso 

Dentre os objetivos, estão elevar o nível sociocultural e intelectual das lideranças participantes, atingindo a base das organizações e movimentos sociais do campo e da cidade; estudar a realidade sócio-histórica, econômica, política e cultural do Brasil, utilizando os principais pensadores brasileiros e suas obras como guias. 

Além disso, o curso Realidade Brasileira se propõe a socializar conhecimentos e experiências entre professores e educadores/lideranças dos diferentes movimentos, entidades, organizações políticas, pastorais sociais, sindicatos e redes que compõem a Assembleia Popular. Confira o edital abaixo para ter outras informações.