Pólo Viçosa prepara a I Semana de Medicina Veterinária

De 1º a 3 de maio, o Pólo vai promover a I Semana da Medicina Veterinária integrando alunos, professores e pesquisadores à comunidade local em diversos debates de interesse da região.

01/04/2009 08h18 - Atualizado em 13/08/2014 às 00h38
context/imageCaption

fachada do prédio em Viçosa

Com produção científica voltada à realidade local, o Pólo Viçosa vem realizando vários projetos com a participação de alunos do curso. Este mês, alunos do 6º período, dentro da pesquisa “A produção de PPP/Maleína para o diagnóstico de mormo em equinídeos”, começaram na zona rural a segunda fase de testes em equinos cedidos pela comunidade.

A pesquisa, coordenada pela professora Karla Patrícia, objetiva saber se os animais são portadores de mormo, uma doença transmissível ao ser humano. Além de trazer complicações respiratórias, causa também a metástase em sistema linfático e nódulos cutâneos, podendo levar à morte.

Uma outra pesquisa do pólo Viçosa, é a “Ocorrência de parasitas intestinais com potencial zoonótico em cães domiciliados e semi-domiciliados na zona urbana do município de Viçosa”. A pesquisa foi concluída em dezembro de 2008 e tem como coordenadora a professora Annelise Barreto.

O Pólo Viçosa iniciou ainda, em fevereiro deste ano, a pesquisa “Diagnóstico da Tuberculose Bovina no Estado de Alagoas”. A coordenadora Karla Patrícia diz que a doença é transmitida através do leite cru ou sub-produtos, como queijo coalho e coalhada. “Por não se conhecer a transmissão da doença no Estado através do leite bovino, nós decidimos realizar o estudo com essa finalidade”, salienta Karla.

Leia também:

Projetos de extensão do Pólo Viçosa aproximam a universidade da comunidade local

Alunos destacam a qualificação do curso