Um ano repleto de novidades para os estudantes

Mais de quatro mil novos estudantes da graduação iniciaram as aulas na maior instituição de ensino superior de Alagoas. A Ufal recebe 3.333 feras, no Campus Maceió, e 770, no Campus Arapiraca. Ao todo, são mais de 17 mil estudantes começando o ano letivo, entre graduação e pós-graduação, nos dois Campi da Ufal e pólos. Um ano que promete novidades...

13/02/2009 08h48 - Atualizado em 13/08/2014 às 00h11
context/imageCaption

Feras do Campus Arapiraca

Segundo o professor José Geraldo, da Pró-reitoria de Graduação, diversos projetos serão implantados para melhoria da qualidade do ensino na universidade.  “Este ano temos um trabalho forte na formação continuada de docentes, tanto para os novos quanto para os que já estavam no quadro. Até início de março, vamos divulgar a agenda de cursos”, afirma.

Outros projetos aprovados pelo MEC e em andamento pela pró-reitoria são a expansão do Pró-saúde, que além dos cursos de medicina e enfermagem, deve trabalhar este ano com estudantes dos cursos de psicologia, farmácia, nutrição e serviço social; o Projeto Incluir, voltado para portadores de necessidades especiais; o Pet Saúde, programa de bolsas e tutoria para trabalhar com os serviços de saúde junto às comunidades; o PIBID, programa de iniciação à docência, para estudantes e professores da Ufal e rede pública de ensino na área de licenciatura; implantação do novo PET de psicologia e consolidação do Módulo de Gerenciamento de Estágio – MGE, com toda a adequação para a nova política de estágio. “Temos a meta também de apoiar a oferta de estágios para alunos especiais”, adianta o professor.

“Vamos implantar também o novo programa de monitoria, já aprovado pelo Consuni”, diz o professor. Este programa deve ampliar o número de bolsas e prevê também novas formas de seleção. “O programa agora se estrutura em planos de monitoria propostos e acompanhados pelas Unidades Acadêmicas”, explica. Além disso, haverá a implantação do Programa Institucional de Educação Tutorial, financiado pela própria Ufal. A Prograd deve agendar ainda, visitas a todos os colegiados de curso, no sentido de discutir os índices acadêmicos.

Expansão das vagas e novas atividades são metas da Proest em 2009

Em 2009, a Pró-reitoria Estudantil pretende ampliar o número de vagas no restaurante e na residência universitários. Além disso, serão consolidados e implantados projetos de apoio à cultura e esportes, envolvendo os cursos de teatro, música e dança, no projeto “Aqui(n)ta Cultural” e o "Segundo Tempo na Universidade", que prevê atividades esportivas com apoio do Ministério dos Esportes e do MEC.

Novas vagas para RU e Rua

Segundo o pró-reitor Pedro Nelson, ainda este ano será construído um novo prédio para Residência Universitária no Campus A.C. Simões. “Com as verbas do Plano Nacional de Assistência Estudantil e do Reuni, esperamos que em 2010 o prédio já esteja pronto, aumentando a disponibilidade de vagas de 102 para 300.

Perfil Socioeconômico

O pró-reitor informou ainda que, este ano, a Proest deve realizar um levantamento socioeconômico para saber o perfil dos quase cinco mil estudantes que ingressaram em 2009. “Estamos terminando de montar o questionário e faremos a pesquisa com os feras nas salas de aula, nos articulando diretamente com os cursos”, diz Pedro Nelson. O intuito da pesquisa é identificar o perfil dos alunos e acompanhar o desenvolvimento deles ao longo de todo o curso.

Proest

A Pró-reitoria Estudantil é o órgão da Universidade que tem o objetivo de promover a integração entre os estudantes através de programas pedagógicos, serviços de assistência e orientação estudantil. Dentre os principais serviços da Proest estão o Restaurante Universitário, a Residência Universitária, serviços de atendimento odontológico e médico no HU, além de bolsas de estudo e trabalho.

 

Jacqueline Freire – estagiária de Jornalismo