Ufal e sociedade desta semana é sobre jornalismo de dados da Agência Tatu

O entrevistado é o jornalista Lucas Thaynan um dos integrantes da equipe
Por Simoneide Araújo - jornalista
20/07/2020 15h27 - Atualizado em 22/07/2020 às 12h52
context/imageCaption

Jornalista Lucas Thaynan, coordenador da Agência Tatu

Esta semana, o Programa Ufal e Sociedade, veiculado na Rádioweb Ufal, traz a temática sobre jornalismo de dados e transparência. O entrevistado é o jornalista Lucas Thaynan, ex-aluno da Universidade, que traz informações sobre o trabalho realizado pela Agência Tatu, que presta serviço especializado nessa área.

Durante a entrevista, Lucas explica que ter acesso a informação e a dados oficiais sobre várias áreas é um direito de qualquer pessoa. Mas, segundo ele, é bastante complicado interpretar as informações  disponíveis. Essa questão ficou mais clara com esses tempos de pandemia de covid 19, quando a sociedade acompanha atentamente questões como curva de contágio, número de total de óbitos, velocidade de contágio. É aí que entra o trabalho da Tatu e todo seu know-how.

De acordo com o jornalista, para questionar as políticas governamentais e exigir ações, é preciso entender o que os números dizem. Vários especialistas contribuem para a compreensão dessas informações. O jornalismo de dados se consolidou nessa área de divulgar e interpretar os dados oficiais e divulgar amplamente.

A Agência Tatu, formada inicialmente por estudantes de Jornalismo da Ufal, ganhou projeção na área que atua. Inclusive, a iniciativa já foi premiada e recentemente foi reconhecida no portal da Rede de Jornalistas Internacionais.