Professor apresenta trabalho na Conferência Internacional de Política Econômica

Aruã Lima é pesquisador em História e docente da Faculdade de Serviço Social
Por Lenilda Luna - jornalista
21/09/2021 15h16 - Atualizado em 21/09/2021 às 15h17
context/imageCaption

Evento on-line encerrado na segunda-feira (20)

No período de 12 a 20 de setembro foi realizada a 11ª Conferência Anual de Política Econômica, desta vez no formato on-line por conta da pandemia da covid-19. O evento é realizado pelo International Initiative for Promoting Political Economy (IIPPE), entidade fundada em 2006 com o objetivo de promover a economia política, numa perspectiva crítica às questões do capitalismo e do imperialismo econômico.

A 11ª conferência teve como tema A pandemia e o futuro do capitalismo: sobre a economia política de nossas sociedades e economias. Foram discutidas alternativas a partir da economia política, abordando a natureza do capitalismo contemporâneo e as questões políticas aplicadas. Os grupos de trabalho abordaram temáticas como mudanças agrárias, cuidados de saúde, economia política e religião, Economia Política do Desenvolvimento da China, entre outros assuntos.

O professor Aruã Silva de Lima participou do grupo de trabalho sobre Neoliberalismo e Autoritarismo, que refletiu sobre a transferência das principais alavancas da acumulação para o capital internacional, “mediada por instituições financeiras lideradas pelos EUA e regulada por organizações internacionais controladas pelos EUA, que consolidou a base material do neoliberalismo”.

O trabalho apresentado pelo professor Aruã Lima tem como título A onda reacionária: América Latina, mudança política e luta de classes. “O objetivo do trabalho foi demonstrar as aproximações e as diferenças do governo Bolsonaro com as experiências fascistas europeias e autoritárias na América Latina. Dividi a mesa com colegas que discutiram também o bolsonarismo, a Turquia e a experiência Erdogan e, por fim, Donald Trump e a extrema direita estadunidense”, destacou.

Aruã Lima é licenciado em História pela Universidade Federal da Bahia (UFBA) e doutor em História Social pela Universidade de São Paulo (USP). Atualmente é professor adjunto da Universidade Federal de Alagoas (Ufal), lotado na Faculdade de Serviço Social (FSSO). É integrante do Laboratório de História e Memória da Esquerda e das Lutas Sociais (Uefs) e do Grupo de Estudos sobre a Guerra Fria (USP).

Sobre a Conferência, acesse aqui e saiba mais.