Reitor dá posse a novos servidores técnicos e docentes

Três docentes e dois técnicos atuarão no Campus A. C. Simões; cerimônia obedeceu distanciamento social
Por Jacqueline Freire e Hiago Rocha - jornalistas
26/05/2020 16h11 - Atualizado em 26/05/2020 às 17h04
context/imageCaption

Novos servidores tomam posse

Na manhã desta terça-feira, 26 de maio, cinco novos servidores tomaram posse na Universidade Federal de Alagoas.  Os professores Amanda Lys Silva, Joice de Matos e Viviane Sá irão para o Instituto de Ciências Biológicas (ICBS), Instituto de Ciências Humanas, Comunicação e Artes (ICHCA) e Faculdade de Arquitetura (FAU), respectivamente. Já Vandejer Melo e Aline Calazans serão novos técnicos administrativos do Campus A. C. Simões.

A cerimônia de posse foi conduzida pelo reitor Josealdo Tonholo, pelo diretor do Departamento de Administração de Pessoal (DAP), Bruno Morais e pelo pró-reitor de Gestão de Pessoas, Wellington Pereira. A cerimônia aconteceu no hall da Reitoria, obedecendo as normas de segurança em relação às determinações de saúde para o covid-19. Após o juramento e assinatura do termo de posse, os novos servidores se apresentaram.

“Apesar do momento atípico, de enfrentamento à covid-19, muito nos orgulha a posse de servidores que já vão contribuir, fazer valer o papel social da universidade quando a situação exige da instituição o esforço de cada um para dirimir no que for possível o drama gerado pela pandemia. É uma satisfação imensa recepcionar cada um de vocês e todas as pessoas que vocês trazem no coração e estão conosco, sim, para compartilhar a felicidade de hoje”, disse o reitor Josealdo Tonholo, fazendo menção ao distanciamento social.

Histórias de emoção e perseverança não faltaram. A arquiteta Viviane Sá por exemplo, não é um rosto novo na Universidade. Há quase dez anos é professora no Campus Sertão. “Fiz o concurso em 2009 no primeiro edital de docentes para o Campus Sertão, na Engenharia.  Em 2011 tomei posse e comecei a dar aulas lá. Com os anos, me casei, tive filho e senti a necessidade de voltar para Maceió, pois dava aulas três vezes por semana em Delmiro. Em 2018 pedi remoção, mas não consegui. Fiz outros concursos, mas só agora consegui a aprovação, num novo concurso”, conta a professora.

A professora relata o desafio de começar do zero em um novo campus e a alegria de estar mais perto da família. “Para mim o desafio é um pouco maior, pois estou começando do zero na carreira docente aqui em Maceió. Mas só de saber que estarei perto dos meus filhos, vou poder acompanhar de perto a evolução deles, fazer refeição juntos, tudo isso tem um significado novo. Além disso tem o desafio profissional, pois desde 2011 dou aulas na Engenharia e agora vou ensinar a maior parte das disciplinas na Arquitetura que é a minha área”, comemora.

Vandejer Chagas, ex-aluno da Ufal, diplomado em Jornalismo, deve ser integrado à Superintendência de Infraestrutura (Sinfra). “Devo muito ao ensino público, desde a minha formação inicial, no Ifal e mesmo aqui na universidade. Entendo a importância das instituições públicas de ensino e o desafio agora é fortalecer a universidade pública, fortalecer a Ufal”, disse Chagas.

Joyce Barbosa, paraibana, traz todo o empenho e força artística e cultural para o curso de dança da Ufal. “Acredito na força da cultura e me colocação à disposição a este novo desafio profissional”, comentou.