Programa de Educação Tutorial de Letras lança a 3ª edição da revista Areia

Revista estimula a produção e a publicação de artigos, ensaios, resenhas e textos literários
Por Blenda Machado - estagiária de Jornalismo
08/06/2020 13h10 - Atualizado em 08/06/2020 às 15h46
context/imageCaption

O Programa de Educação Tutorial (PET) Letras, da Universidade Federal de Alagoas (Ufal), lança a 3ª edição da Revista Areia.  A revista foi criada com o intuito de estimular a produção e a publicação de artigos científicos, ensaios, resenhas e textos literários produzidos por estudantes de Letras e de áreas afins.

O grupo iniciou o trabalho de planejamento no ano de 2016, quando, além de participar de encontros para formação editorial de revistas eletrônicas, também buscou capacitação para o uso do Serviço de Editoração Eletrônica de Revistas (Seer) da Ufal, plataforma em que a Areia é publicada. Após dois anos de preparação, a primeira edição foi lançada em abril de 2018.

‘‘Esse longo tempo se justifica pela natureza do PET que exige aprendizagem por meio da tutoria, trabalho em equipe e formação interna. É bem diferente de uma revista em que um editor concentra todas as funções’’, frisa Fabiana Pincho de Oliveira, editora-chefe da Areia.

A revista é organizada pelos estudantes do PET Letras, sob supervisão da professora Fabiana Pincho de Oliveira, com o apoio da Faculdade de Letras. Anderson Pereira, integrante da comunicação da revista Areia, ressalta a importância que a revista possui ao ‘’focar na publicação científica e literária de trabalhos de graduandos e graduados, com até um ano de conclusão do curso. A revista proporciona contribuições para os cursos de Letras, para a educação e para a sociedade’’.

Sobre a 3ª edição

Nesta terceira edição, a Areia traz como novidade um novo design gráfico de sua capa, resultado de um concurso criado pelo PET Letras com a intenção de buscar a participação ativa dos graduandos na construção da revista. Ademais, o concurso colabora com a divulgação da revista e promove o trabalho dos estudantes que gostam de arte gráfica.

Para isso, o PET elaborou e publicou um edital que contou com a colaboração dos estudantes do PET Arquitetura, na função de avaliadores. O vencedor do concurso foi o estudante João Oliveira da Silva Junior, do curso Letras Inglês.

João Oliveira escolheu imagens que representam a paisagem da cidade de Maceió e o tempo, presente na obra ‘’O livro de areia’’, do escritor Jorge Luis Borges, inspiração para o nome da revista. Dessa forma, os elementos sol, ondas, areia, farol da praia, pôr do sol, aliados às cores, compõem a cena da capa metaforizando o leitor que se envolve nas tramas do texto a partir das muitas referências, dos muitos conhecimentos adquiridos no ato da leitura. Segundo o artista, “a arte da capa, em si, expressa elementos e eventos naturais que demarcam tempo e sutileza, tal como a leveza das ondas do mar que molda desenhos na areia”.

Por fim, ao comentar sobre a composição da nova edição, Laysdemberg Amâncio, integrante do Layout da Areia, expressa que "ela pode ser vista como um corpo orgânico, já que está repleta de artigos frutos de um comprometimento ético, científico e educacional. Além de possuir um olhar poético e sensível em cada texto literário, como também no ensaio. Por isso, o Pet letras reconhece e valoriza o trabalho de cada autor, a qual está em sua área de estudo lutando pela ciência e pela cultura".

Sobre o PET

O Programa de Educação Tutorial (PET) é um programa do Ministério da Educação composto por grupos de estudantes, com tutoria de uma docente, organizados a partir de cursos em nível de graduação nas Instituições de Ensino Superior do país orientados pelo princípio da indissociabilidade entre ensino, pesquisa e extensão e da educação tutorial.  O Pet Letras foi o primeiro grupo Pet da Ufal, fundado em 1988, pela professora doutora Maria Denilda Moura, que foi tutora do grupo durante 21 anos.

Acesse a revista na íntegra através deste link.