Equipe do IC se classifica para final de maratona de programação

O trio TNT ficou em 20° no ranking geral da maratona, classificando-se para etapa final que ocorre em São Paulo em novembro
Por: Olívio Candido - estudante de Jornalismo - 27/09/2019 às 07h10 - Atualizado em 24/09/2019 às 17h27
context/imageCaption

Próxima fase ocorre nos dias 8 e 9 de novembro em Campina Grande (PB)

Alunos do Instituto de Computação (IC) se classificam para final da Maratona da Sociedade Brasileira de Computação (SBC), ocorrida em 14 de setembro na Universidade Federal de Sergipe (UFS). Das 9 equipes formadas pelo Grupo de Extensão em Maratonas de Programação (Gema) que participaram da 1ª fase da maratona SBC, apenas uma equipe do instituto conquistou o acesso para final.

A equipe da TNT é formada pelos alunos, Thiago José Silva Santos, Nelson Gomes Neto e Tiago Marinho. Os integrantes já haviam participado de maratonas por outras equipes, é a primeira vez que o trio se une como time. A TNT ficou entre as 20 melhores equipes do Brasil, disputando na 1ª fase contra outras 700 equipes, em um sistema eliminatório que apenas 44 times se classificam para final.

A próxima fase ocorre nos dias 8 e 9 de novembro em Campina Grande (PB). Os interessados podem acompanhar as disputas pelas lives que vão ocorrer no Facebook.

O trio que resolver mais problemas em menos tempo vence

As provas da Maratona SBC ocorre em trios, na competição há entre 11 a 14 problemas de programação para serem solucionados, como exemplo, achar o menor caminho numa cidade, escolher os itens que maximizam o lucro e outros problemas. Os participantes possuem 5 horas para criar programas que resolvem esses problemas.

A maratona é composta por uma série de questões que as equipes tentam solucionar, quem resolver mais questões em menos tempo sai na frente. Na etapa final ocorre o mesmo processo, mas com menos equipes e questões mais difíceis. A final da maratona não é só brasileira, mas latina, e serve de classificatória para o mundial.

Na Ufal, o Gema incentiva os alunos a participarem de equipes, tanto por intermédio do grupo ou pelo professor Rodrigo Paes. O grupo busca pessoas interessadas em participar de próximas maratonas e exibe algumas das vantagens em participar dessas competições, como: aprender a resolver problemas de forma eficiente, ser visto em nível mundial, conseguir estágios em gigantes da tecnologia e demais vantagens.