Convênio entre Ufal e Fundação Getúlio Vargas manda alunos para intercâmbio

Dois alunos da Ufal fazem parte desse pontapé que visa o benefício bilateral entre instituições
Por: Pedro Ivon - estagiário de Jornalismo - 14/08/2019 às 08h45 - Atualizado em 12/08/2019 às 11h57
context/imageCaption

Leonardo e Hugo no intercâmio acadêmico

Hugo Thallys, estudante de Engenharia da Computação, e Leonardo Marinho, de Matemática, são os dois estudantes da Universidade Federal de Alagoas (Ufal) contemplados no intercâmbio de um semestre na Fundação Getúlio Vargas (FGV) do Rio de Janeiro, com quem a Universidade está traçando um acordo. Os dois terão as passagens e a estadia financiada pela FGV e trabalharão com os cientistas da Fundação.

Permanecendo na Fundação até dezembro deste ano, os alunos estão cursando, desde a última segunda (5), disciplinas da Escola de Matemática Aplicada (EMAp) e desenvolvendo pesquisas em conjunto com seus professores orientadores. As disciplinas cursadas pelos alunos foram escolhidas em conjunto com seus orientadores, tendo como base as disciplinas já cursadas na Ufal.

“Estou me sentido muito feliz encarando essa nova oportunidade como mais um ‘degrau a ser subido’ na minha trajetória acadêmica”, afirmou Hugo. Leonardo disse que “esse período de intercâmbio vai ser importante tanto para o desenvolvimento na matemática quanto para o networking com o pessoal de lá”.

Grandes acordos, grandes resultados

O acordo entre a Ufal e a FGV é um convênio bilateral e visa o envio de alunos e professores para trabalhar em projetos em conjunto. Os alunos, que estão fazendo parte desse pontapé inicial do convênio, irão cursar disciplinas dos cursos da Fundação e desenvolver trabalhos orientados, uma vez que a FGV possui pesquisas a serem abordadas. Dessa forma, o convênio tem como liderança a já mencionada EMAp e o Instituto de Matemática (IM) da própria Ufal, com o professor Krerley Oliveira como coordenador desse acordo.

Tendo em vista a relação com a área da Matemática, Hugo, que é de Engenharia da Computação, realizou suas atividades entre 2018 e este ano no Centro de Pesquisas Matemáticas (CPMat) da Ufal e foi a partir da indicação do professor Krerley que ele conseguiu a oportunidade de intercâmbio.