Programa de Línguas Estrangeiras no Interior divulga aprovados

Candidatos para vagas remanescentes de Espanhol e Francês podem se inscrever até esta quarta (3)
Por: Paulo Canuto - estudante de Jornalismo - 03/04/2019 às 08h47 - Atualizado em 03/04/2019 às 08h47
context/imageCaption

Arte de divulgação

O Programa de Línguas Estrangeiras no Interior (Plei) comemora os números de inscrições alcançados para os idiomas ofertados e divulga a lista dos alunos que foram aprovados nos cursos de Inglês, Espanhol e Francês. Em sua primeira edição, o programa obteve mais de 500 inscritos, sendo inglês o idioma mais procurado. A ação resulta da parceria entre o Gabinete da Reitoria, as pró-reitorias de Extensão (Proex) e Estudantil (Proest), a Assessoria de Intercâmbio Internacional (ASI), a Faculdade de Letras da Ufal e os cursos de Letras dos campi contemplados.

Essa é uma ação inédita resultado de um trabalho que teve início em 2016 com o objetivo de proporcionar para os estudantes das unidades educacionais do interior a oportunidade de aprender outro idioma. A seleção foi feita com base nos critérios que constam no referido edital, tais como: Ser usuário de algum programa de Assistência Estudantil, comprovar participação em atividade de extensão, ser bolsista ou voluntário em programa de ensino ou pesquisa da Ufal e ter coeficiente acumulado acima de 7,0.

A intenção do programa é atender, principalmente, alunos em situação de vulnerabilidade social, como esclarece a coordenadora geral do Plei e coordenadora de projetos internacionais da Assessoria de Intercâmbio Internacional, Ana Clara Magalhães. “O resultado mostra que o intuito da Proest de selecionar alunos em situação de vulnerabilidade social como prioritários para os cursos de idiomas do Plei deu certo. Foi instituída por indicação da própria Proest, no barema de classificação, uma pontuação elevada para quem fosse contemplado com algum programa da Assistência Estudantil, independente do tipo. Conseguimos contemplar alunos que estão na vulnerabilidade sem deixar de valorizar a participação estudantil nos programas de extensão da Universidade, assim como de pesquisa e iniciação a docência, por exemplo”, salientou.

Ao todo, 520 alunos se inscreveram para ocupar as 400 vagas disponíveis, um número comemorado por ser tratar de uma ação inédita, como explica a pró-reitora de Extensão, Joelma Albuquerque. “Esse programa veio para consolidar esse público dentro da universidade pública, porque esse é o nosso papel: Não deixar que as pessoas venham aqui e fiquem sem alternativa, de forma a provocar que esse aluno busque sempre mais uma formação ampliada, dando condições para que ele não fique preso no universo da graduação e que consiga galgar outras oportunidades. Alegra-nos em ver que podemos não só expandir a Universidade, mas dá qualidade a essa expansão, possibilitando aos nossos estudantes que eles ampliem as condições de permanência dentro e para além da universidade”, comemora. 

Confira aqui a lista dos alunos aprovado.

Para os que não conseguiram uma vaga, o programa abriu uma nova chamada interna para as vagas remanescentes nos idiomas Espanhol e Francês. As inscrições vão até esta quarta-feira (3) e serão feitas via Sigaa através do link: https://bit.ly/2U1j31I. Mais informações no edital.