Alunos da Escola Técnica de Artes conseguem acesso ao sistema acadêmico

Entre os benefícios estão obter um número de matrícula e solicitar empréstimo de livros
Por: Simoneide Araújo - jornalista colaboradora - 01/11/2018 às 10h41
context/imageCaption

Espaço Cultural da Ufal. Foto: Camila Barbosa

Os alunos da Escola Técnica de Artes conseguem uma grande conquista! Eles agora estão inseridos no sistema acadêmico da Universidade Federal de Alagoas, o Sigaa. A partir do próximo semestre, 2018.2, vão fazer matrícula online, como os demais discentes da Ufal. E os benefícios vão muito além!

A inserção no sistema acadêmico significa que os 300 alunos ativos, matriculados nos cinco cursos da ETA [Instrumentos Musicais, Canto, Produção de Moda, Arte Dramática e Dança], ganham número de matrícula e podem fazer empréstimo de livros na Biblioteca. “A partir de agora, nossos alunos vão acompanhar sua situação acadêmica, qual o prazo para conclusão do curso e saber todo o conteúdo das aulas. Esse foi um passo muito importante para todos nós que fazemos a Escola Técnicas de Artes da Ufal”, disse o professor Kleber Dessoles, responsável pela implantação dos dados no Sigaa.

Segundo Dessoles, o processo para concretizar a inclusão dos alunos no sistema contou com uma equipe formada por servidores de três setores. “Contamos com o apoio da equipe da Pró-reitoria de Graduação, liderada pela professora Giana, da equipe do Sigaa do Núcleo de Tecnologia da Informação, comandada pela servidora Sunny Kelma Miranda, e nós da ETA, eu e o servidor Thiago José Nascimento”, destacou.

Foram quatro meses do início até a implantação e, agora, os servidores da ETA estão em treinamento para finalizar a inserção de todos os dados no sistema. “Alguns dos nossos cursos já estão cem por cento inseridos e já estamos colocando os dados dos anos anteriores”, completou Dessoles.

Outro ponto ressaltado pelo professor é que a comunidade em geral também terá informações disponíveis sobre a ETA a qualquer momento, podendo acompanhar tudo pela internet. “Teremos mais transparência das ações e do funcionamento da Escola. Isso é muito positivo”, anunciou.