Ufal é parceira em evento internacional de Semiótica e Comunicação

Seis professores e 14 alunos da Universidade devem apresentar trabalhos no 5° Pentálogo do Ciseco

15/09/2014 18h14 - Atualizado em 15/09/2014 às 19h14
context/imageCaption

O reitor Eurico Lôbo e a professora Sandra Nunes falam sobre a parceria

Keila Oliveira – estudante de Jornalismo

A cidade de Japaratinga, localizada na região litorânea do estado de Alagoas, recebe de 22 a 26 deste mês, o 5° Pentálogo intitulado Dicotomia público/privado: estamos no caminho certo?, realizado pelo Centro Internacional de Semiótica e Comunicação (Ciseco). A Universidade Federal de Alagoas (Ufal) é uma das instituições parceiras do evento e promove junto com a diretoria do Ciseco, nos dias 18 e 19 de setembro, o pré-evento Público e Privado: repensando as fronteiras, que contará com palestras de professores da Ufal e convidados no auditório da Reitoria, situado no Campus A.C. Simões, em Maceió.

De acordo com o reitor Eurico Lôbo é importante e produtivo estabelecer uma relação de parceria em ambiente acadêmico por meio de encontros que possam contribuir para o fortalecimento dos cursos de comunicação e áreas afins. “O Ciseco é um evento em que professores, pesquisadores e estudantes de universidades do país e do exterior têm a oportunidade de vivenciar um ambiente acadêmico diferenciado, não só do ponto de vista da qualificação daqueles que compõem o encontro, mas, sobretudo, para discutir uma temática que é relevante e vanguarda no cotidiano da sociedade”, pontua.

Para a professora do curso de Comunicação Social e coordenadora de projetos da Assessoria Internacional (ASI) da Ufal, Sandra Nunes, o Pentálogo é uma ideia excelente e que proporciona um importante contato com pesquisadores nacionais e internacionais das áreas de Semiótica e Comunicação. Ela acredita que o evento é uma oportunidade para a Universidade ampliar aspectos relacionados à internacionalização, como a promoção de intercâmbios, de pesquisas e de mobilidade estudantil que contemple toda a comunidade acadêmica.

Desde o primeiro Pentálogo, houve a participação da Ufal no evento, inicialmente através do professor Amilton Gláucio que mediou toda a parceria entre a Universidade e a diretoria do Ciseco. No ano passado, nos reunimos com a gestão e pudemos fazer uma previsão orçamentária maior para este ano. Como novidade para a quinta edição do evento, temos a participação de seis professores e 14 alunos da Ufal que apresentarão trabalhos, além da realização do pré-evento”, comenta Sandra, que também participa da comissão organizadora.

Segundo a professora, o pré-evento Público e Privado: repensando as fronteiras, conta com a participação de docentes do Instituto de Química e Biotecnologia (IQB); da Faculdade de Direito (FDA); da Faculdade de Economia, Administração e Ciências Contábeis; de Comunicação Social (COS) e outros pesquisadores convidados. O Seminário será aberto à comunidade, gratuito, começará a partir das 9h e os participantes receberão certificados. Os interessados devem fazer sua inscrição no dia do evento.

Programação em Japaratinga

Nos cinco dias de encontro, muitos professores de universidadebrasileiras e estrangeiras irão compor as mesas que fazem parte da programação do Ciseco. Entre os palestrantes está o professor do Instituto de Ciências Sociais (ICS), Bruno Cavalcanti, que ministrará, na segunda-feira, 22, palestra intitulada O máximo Eu e a condição cosmopolita ou novas sobreposições do privado na esfera pública.

O renomado pesquisador e professor da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), Muniz Sodré, também estará presente e fará a conferência principal com o tema Público/Privado, uma dicotomia hoje problemáticaa ser realizada na quarta-feira, 24, a partir das 19h. Confira a programação completa do Ciseco clicando aqui.