Faculdade de Letras comemora obra de Graciliano Ramos com simpósio


03/10/2011 12h10 - Atualizado em 13/08/2014 às 11h08
context/imageCaption

Obra de Graciliano Ramos é homenageada pela Editora Record

Madalena Fernandes – estudante de Jornalismo

Nesta quinta-feira, 6 de outubro, a Faculdade de Letras recebe um simpósio itinerante em comemoração aos 75 anos de publicação do terceiro livro do escritor Graciliano Ramos - "Angústia". Organizado pela Editora Record, o simpósio também será realizado nas cidades de Belo Horizonte, Brasília, Salvador e São Paulo.

Segundo a professora Belmira Magalhães, as homenagens pela passagem da publicação do conceituado livro de 1936 pretendem reunir pesquisadores que trabalham a obra gracilianista no Brasil, com a finalidade de mostrar sua atualidade. “Angústia constrói, através de uma galeria de personagens inseridos num ambiente de decadência, uma análise das infinitas roupagens de que se reveste a miséria humana”, resume Elizabeth Ramos, professora da Universidade Federal da Bahia e neta do escritor.

Na Ufal, o curso de Letras celebra a data com a atividade no auditório do antigo Csau, no Campus Maceió, das 15h às 18h e das 19h30 às 21h30. A professora Belmira Magalhães profere a palestra “Projeto político e projeto literário: a constituição das subjetividades de classes”. “Não poderíamos deixar de comemorar essa data tão importante, já que a base dos livros de Graciliano Ramos é alagoana. O que ele escreveu são experiências vivenciadas aqui, embora suas obras sejam universais. Alagoas foi o seu chão”, assegura Belmira Magalhães.

Outras universidades discutirão pontos sobre a obra. Na Bahia será “O espaço na construção de Angústia”, dirigida pela professora Elizabeth Ramos; em São Paulo, o público trabalhará a questão “Mal sem mudança: sombras e realidade em Angústia”, com o professor Erwin Gimenez.

Já em Brasília, o tema ressalta “O que tem de ser tem muita força: determinismo e liberdade em Angústia”, proferida por Hermenegildo Bastos, e em Minas Gerais, o professor Wander Miranda aborda “A angústia da revolução”, além da Exposição Graciliano Ramos – 75 anos de Angústia, que acontece no hall da Reitoria da Universidade Federal de Minas Gerais, entre os dias 24 a 31 de outubro.

Também em homenagem ao escritor, a Editora Record está lançando uma edição especial de Angústia, organizada por Elizabeth Ramos, incluindo posfácios de Otto Maria Carpeaux e de Silviano Santiago; além de fortuna crítica. A edição será apresentada as universidades no dia do simpósio. Para participar das celebrações na Ufal informe-se pelo: (82)3241-1524 e (82)3214-1640. Veja programação em anexo.