Gestão da Ufal adota manual para padronizar comunicações oficiais

Documento deve orientar setores da instituição sobre redação oficial de documentos emitidos
Por Jacqueline Freire – jornalista
12/02/2021 14h44
context/imageCaption

Servidora Raniella Barbosa coordenou os trabalhos da comissão

A Universidade Federal de Alagoas possui agora um documento para auxiliar na redação de textos oficiais. É o Manual de Atos e Comunicações Oficiais que já se encontra publicado e disponível no portal da instituição. O material deve orientar e padronizar a redação oficial dos atos administrativos, bem como a forma e o conteúdo dos documentos produzidos na Ufal.

Segundo Raniella Barbosa, responsável pela supervisão da elaboração e consolidação do conteúdo, o processo de construção do manual se deu inicialmente com a formação de uma comissão de servidores técnico-administrativos e uma professora do Centro de Educação, designada pelo Gabinete da Reitoria para a elaboração do texto.

“Coube a Ascom fazer toda a articulação para construção do manual e, após a instituição da Comissão pelo reitor Josealdo Tonholo e a vice-reitora Eliane Cavalcanti, foi dado um prazo de 60 dias para a apresentação do manual ao Comitê de Governança, Gestão de Riscos, Controles e Integridade (CGGRCI) da Ufal”, explicou a servidora da Assessoria de Comunicação (Ascom).

Ela explica, ainda, que o manual é destinado a todos os servidores da Ufal e norteia os documentos administrativos com definição, utilização na instituição, forma e estrutura, além de possuir modelos e exemplos.

“O manual é um instrumento de comunicação que visa dar suporte aos servidores da Universidade no desenvolvimento de suas tarefas, proporcionando a melhoria das rotinas de trabalho, de forma a contribuir para o aprimoramento das atividades administrativas”, enfatizou Raniella.

A proposta do manual foi entregue pela comissão em novembro de 2020 e, em janeiro, o projeto foi apresentado ao comitê e aprovado por unanimidade para publicação no site da Ufal e disponibilização a todos os servidores. O manual é baseado nas normas e diretrizes para elaboração, redação e encaminhamento de propostas de atos normativos, estabelecidas pelo Decreto 9.191/2017, 3ª edição do Manual de Redação da Presidência da República (2018) e o decreto 9.758/2019.

A comissão foi formada pelos servidores Raniella Barbosa, Marta Betânea Marinho, Rita Ester Silva, Carla Andrade, Carlos Henrique Santos, Isabella Soares, Daniel Cordeiro, Erika Buarque, Jobson Lima, Jarman Aderico, Elma Santos, Livia Monte, Márcia Gomes e Yana Gomes. A produção do manual foi coordenada por Raniella Barbosa e pela jornalista Márcia Alencar, com revisão Marta Betânea Marinho. A capa, o projeto gráfico e a diagramação foram feitos pelo servidor da Ascom, Daniel Barros.