Prédio da Farmácia Universitária é inaugurado e serviços começam em 2024

Compromisso assumido no início da gestão do reitor Josealdo Tonholo foi cumprido e celebrado por toda comunidade do Instituto de Ciências Farmacêuticas
Por Simoneide Araújo - jornalista / Fotos - Jônatas Medeiros
21/11/2023 09h36 - Atualizado em 21/11/2023 às 15h42
Prédio da Farmácia Universitária é inaugurado e serviços começam em 2024

Prédio da Farmácia Universitária é inaugurado e serviços começam em 2024

O fechamento das comemorações dos 25 anos do curso de Farmácia da Universidade Federal de Alagoas foi um momento de muita celebração, com a inauguração do prédio da Farmácia Universitária Cruz e Guerreiros. A entrega deste empreendimento foi um compromisso assumido pela gestão do reitor Josealdo Tonholo, logo no início do seu primeiro mandato, em 2020.

A previsão é que a farmácia entre em funcionamento até fevereiro de 2024, passando a ser um campo e estágio para alunos e alunas do Instituto de Ciências Farmacêuticas (ICF).

Além da participação da comunidade do ICF e de outras unidades acadêmicas, a solenidade de inauguração contou com a presença da convidada Denise Pires de Carvalho, gestora da Secretaria de Educação Superior (Sesu) do Ministério da Educação, da vice-reitora Eliane Cavalcanti, da representante do Centro Acadêmico de Farmácia, Jaciane Celestino, além de pró-reitores, servidores técnicos, estudantes e profissionais.

Para a secretária Denise Carvalho, a inauguração é um momento muito especial, e, como professora da área da saúde na Universidade Federal do Rio de Janeiro, ela destaca: “A Farmácia é um local que une assistência, ensino, pesquisa e extensão. Parabéns para vocês que conseguiram, embora tenham esperado 25 anos. Toda comunidade do Instituto de Ciências Farmacêuticas, tenho certeza, vai se fortalecer com a abertura da Farmácia Universitária, não só a população, mas todos os professores, os técnicos e os estudantes se beneficiarão”.

E completa: “Vamos fortalecer as faculdades de Farmácia, que haja mais e mais farmácias universitárias no país. Parabéns! Espero que daqui saia muito conhecimento para o nosso país e para o mundo”.

O reitor lembrou do momento em que ele e a professora Eliane conversaram com os gestores do ICF. “No mesmo dia que demos posse à nossa gestão, chamamos a equipe da Farmácia para conversar e comunicamos que o processo da farmácia universitária estava sendo desarquivado a partir daquele momento. E foi graças ao empenho da equipe da nossa Sinfra [Superintendência de Infraestrutura] que o processo saiu da gaveta, foi atualizado e conseguimos fazer a licitação. E, agora, estamos fazendo essa entrega do prédio prontinho”, ressaltou.

Tonholo destaca que a entrega da obra não é tão relevante. “O mais importante que o prédio é o campo de prática não só para nossos futuros farmacêuticos, mas para várias áreas do conhecimento; é multidisciplinar e envolve Economia, Química, Nutrição, Enfermagem. Enfim, esta farmácia será um campo de prática. A Ufal tinha uma dívida com o ICF e, agora, a dívida está quitada. Entregamos o prédio, temos os equipamentos necessários e, a partir de fevereiro, já estaremos funcionando. Aguardem que teremos muito mais projetos na área de campo de prática”, afirmou.

O professor Irinaldo Diniz, diretor do ICF, agradeceu o apoio da gestão, ao reitor Tonholo e à vice Eliane, e fez breve relato sobre todo o processo de construção da farmácia até chegar ao momento da entrega do prédio. Ele citou a persistência da comunidade do Instituto, do apoio dos professores e estudantes. “Vencemos mais uma etapa. Agora, vamos colocar os nossos serviços à disposição da população e será um grande desafio para a professora Camila Dornelas, coordenadora da Farmácia”, disse.

Para Dornelas, a entrega do prédio é um momento muito importante. “A gente esperou tanto tempo e ele vem agora, quando o ICF está num momento muito feliz, porque estamos concluindo as comemorações dos 25 anos do curso com a entrega do tão sonhado prédio da Farmácia Universitária”, celebrou.

A coordenadora ressalta que a farmácia, só por ter esse termo universitária no nome, vai fazer a diferença para as pessoas que serão atendidas. “Além da equipe técnica, com competência para realizar serviços e produtos farmacêuticos, também vamos contar com equipe de professores para dar todo suporte necessário. Ela acaba sendo um pouco estratégica quando a gente fala da formação dos profissionais, em princípio, farmacêuticos, mas temos diversas áreas, como administração e marketing, que farão a diferença. Com isso, esperamos dar um tratamento personalizado e individualizado às pessoas que vão ser atendidas aqui”, revelou.

De acordo com a professora Camila, os medicamentos não serão doados, mas terão preços diferenciados. “Infelizmente não temos como doar, mas tenho certeza que o valor final desses produtos aqui comercializados também vai ser um importante atrativo. Nosso objetivo, diferente dos outros estabelecimentos comerciais, não é o lucro, mas sim conseguir o mínimo necessário para manter a Farmácia Universitária funcionando. Aqui nós teremos atividades de extensão, ensino e pesquisa para beneficiar e o ICF e toda a comunidade da Ufal”, finalizou.