Escola de Enfermagem recebe simulador altamente realístico para atividades práticas

Modelo é capaz de simular situações de emergência, como paradas cardiorrespiratórias e convulsões
Por Izadora García – relações públicas
04/10/2021 12h08
context/imageCaption

Equipamento vai auxiliar os alunos antes de vivenciarem a prática com os pacientes

A Escola de Enfermagem (Eenf) da Universidade Federal de Alagoas (Ufal) recebeu um Simulador de Paciente Adulto Apollo, da marca CAE. O modelo, de alta precisão, consegue simular emergências e prepara os estudantes para intervenções em pacientes reais. O evento aconteceu na quarta-feira (29) e marcou a última entrega de um investimento de R$550 mil reais em equipamentos para os laboratórios de habilidades do curso.

Na ocasião, estiveram presentes o reitor Josealdo Tonholo; a diretora da Escola de Enfermagem, Cícera Albuquerque; a professora aposentada e ex-vice-diretora da Esenfar, Lysete Bastos; além dos docentes Ivanise Bittencourt, Ana Carolina Vieira, Patricia Nagliate e Rapahel Amorim e representantes do Núcleo de Tecnologia da Informação (NTI) e do Complexo de Ciências Médicas e Enfermagem do Campus Arapiraca.

“Esta é uma aquisição importantíssima para o processo de formação dos enfermeiros e enfermeiras que saem desta Escola”, avaliou Cícera Albuquerque. Lysete Bastos falou sobre a importância do momento e ressaltou que a aquisição do modelo é um sonho que ela conseguiu ver se realizando, mesmo depois de aposentada.

Já o reitor Josealdo Tonholo expressou gratidão aos servidores públicos da saúde e da educação pela atuação durante a pandemia. “Gostaria de agradecer, de antemão, a gentileza do convite e o pelo presente que vocês estão dando para Alagoas porque essas pessoas que estão devotando sua alma a este curso estão contribuindo para que a saúde no Estado seja melhor. Neste período tão difícil, vimos a importância da Universidade, atuando junto ao povo, em um momento que expôs nossas vulnerabilidades”, disse Tonholo em sua fala.

Simulador de alta precisão garante modernização do ensino

O Simulador de Paciente Adulto Apollo mimetiza casos clínicos e situações de urgência e emergência. O modelo possui um sistema interativo capaz de dar respostas fisiológicas automáticas às intervenções feitas pelos estudantes, além de apresentar características como pele realista, olhos que reagem a estímulos luminosos e respiração espontânea.

É possível auscultar, verificar a frequência respiratória e checar o pulso do simulador. O modelo também avisa sobre possíveis incômodos, como dores no peito e dificuldade para respirar, além de apresentar reações de tosse, engasgo, espasmos pulmonares e convulsões. É possível, ainda, checar batimentos cardíacos, saturação de O2 e pressão arterial, que são apresentados em um monitor multiparâmetro de sinais vitais.

“Ele simula paradas cardíacas, passagem de sonda, alterações na pressão arterial, apneia, convulsões, edema de glote, dentre outras situações de emergência e patologias, com seus sinais e sintomas que os alunos vão poder reconhecer e intervir. Isso possibilita a dinamização do processo de aprendizado dos cursos de saúde”, explicou Lygia de Carvalho, técnica do Complexo de Ciências Médicas e Enfermagem do Campus Arapiraca que apresentou o modelo durante o evento.

“Este simulador é uma aquisição muito importante para a qualidade da formação dos nossos estudantes porque eles poderão testar e treinar, de forma muito precisa, as habilidades e as técnicas básicas da enfermagem, antes de ter contato com as situações da vida real, o que proporciona muito mais autonomia e segurança para esses futuros enfermeiros e enfermeiras”, explicou Cícera Albuquerque.

O simulador já estará disponível para o uso em aulas práticas a partir do próximo semestre, que terá início em 19 de outubro.