Hospital Universitário recebe nova central de esterilização de materiais

Mais R$ 2 milhões foram investidos em reforma e compra de equipamentos
Por Hiago Rocha - jornalista
24/08/2020 16h56 - Atualizado em 24/08/2020 às 17h57
context/imageCaption

Inauguração da nova Central de Material do HU

A Central de Processamento de Materiais Esterilizados (CPME) do Hospital Universitário Professor Alberto Antunes (HU) foi reformada com investimento superior a R$ 2 milhões em recursos próprios, com expansão da estrutura física e aquisição de maquinário, e entregue para funcionamento pleno na sexta-feira (21). O descerramento da placa foi acompanhado pelo reitor Josealdo Tonholo, pela vice-reitora Eliane Cavalcanti, pelo superintendente do HU, Célio Rodrigues, e por servidores do Hospital Universitário, além da equipe da CPME.

“A nova CMPE não seria possível sem a dedicação de todos os funcionários do Hospital e da Central. Quero deixar meu agradecimento especial a cada pessoa que, direta ou indiretamente, contribuiu e contribui para renovar a Central a melhorar, cada vez mais, o serviço para a população alagoana de todo o estado”, disse Tonholo.

A vice-reitora Eliane Cavalcanti também parabenizou o empenho das equipes envolvidas. “Temos demonstrado o quão competentes somos à sociedade alagoana. Esse mérito é coletivo e possível graças ao esforço de cada servidor de todos os setores do Hospital Universitário”, destacou.

Segundo o superintendente Célio Rodrigues, a área total da reforma compreende 310 m², dos quais 27 m² são referentes à ampliação do local. “Melhoramos estruturalmente a CPME para garantir mais segurança aos profissionais e pacientes. A Central atende a dois grandes setores, os centros cirúrgico e obstrético, mas também a todo HU e por isso dizemos que o grande beneficiado é o usuário dos serviços do Hospital”, pontuou.

Para Darlan Damásio, responsável de enfermagem da Central, a reforma e a expansão realizadas ocorrem com revisão dos fluxos sanitários. “A estrutura anterior era antiga. Com a reforma feita, os 30 funcionários, entre técnicos de enfermagem e enfermeiros, atualizaram todos os protocolos sanitários para o melhor funcionamento”.

Ainda de acordo com Damásio, a compra de novos equipamentos para esterilização garante mais segurança, controle e aplicação das normas adequadas de esterilização. “Com os novos equipamentos aprimoramos os fluxos, melhoramos o aproveitamento e conferimos maior segurança ao profissional e aos pacientes, principalmente”, complementou.

Os novos equipamentos instalados já estão em funcionamento, são eles: duas autoclaves a vapor, uma termodesinfectora, uma autoclave de peróxido de hidrogênio (esterilizado a frio) e uma secadora. “Entendemos a CPME como o coração do Hospital, onde todo o material é esterilizado para combater e evitar qualquer tipo de contaminação. Teremos mais segurança ao servidor, menos sobrecarga, e mais eficiência para atender aos pacientes”, comentou Nadja Lopes, servidora do Hospital Universitário.

A Central de Processamentos de Materiais Esterilizados (CPME) é completamente asseada e desinfectada regularmente e funciona 24 horas por dia em regime de escala.

Excelência

Em julho, o Hospital Universitário Professor Alberto Antunes foi a instituição que teve os serviços mais elogiados do Brasil de acordo com o ranking formulado pela  Controladoria Geral da União (CGU) por meio da campanha Quem está na linha de frente para cuidar de nossas vidas merece todos os elogios.

Ao todo, cinco hospitais da Rede Ebserh - Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares - figuraram entre as 13 instituições que registraram elogios pela plataforma FalaBR, sistema integrado de Ouvidoria e Acesso à Informação do governo federal. Os outros hospitais da rede citados com menções positivas foram o Hospital das Clínicas do Recife (HC-UFPE); o Hospital Universitário Professor Edgard Santos (Hupes-UFBA), em Salvador (BA); o Hospital Universitário de Santa Maria (HUSM-UFSM); e o Hospital Universitário de São Carlos (HU-UFSCar).