Ufal realiza ações virtuais na programação da Marcha pela Vida

Campanha nacional fará ‘tuitaço’ e lives com debatedores durante toda a terça-feira, dia 9 de junho
Por Manuella Soares - jornalista
05/06/2020 16h19 - Atualizado em 08/06/2020 às 15h54
context/imageCaption

Mais uma vez a internet será o meio para reunir multidões em coro. Agora a comunidade científica se une à Marcha Virtual pela Vida e a Ufal organiza uma programação local na próxima terça-feira (9). A iniciativa é encabeçada pela Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC), a Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino (Andifes) e outras sete entidades civis que formam a Frente pela Vida.

O intuito é fortalecer valores fundamentais como a vida, a saúde, a solidariedade, a preservação do meio ambiente, a democracia e a ciência para o enfrentamento da pandemia de coronavírus.

Depois de uma consulta online às unidades acadêmicas, que encaminharam propostas de temas, a Pró-reitoria de Graduação (Prograd) vai realizar uma série de lives e webnários durante todo o dia.

“A nossa instituição está, mais do que nunca, trabalhando pela vida. Vivemos um momento muito difícil e a Universidade não pode se omitir com relação a esse importante momento de reestruturação da nossa sociedade, um momento em que as garantias de vida têm que ser dadas por todas as esferas de governo, por todas as autoridades de saúde e por todas as autoridades econômicas”, destacou o reitor Josealdo Tonholo.

As pró-reitorias de Extensão (Proex) e de Pesquisa e Pós-graduação (Porpep) também estão engajadas na programação local para chamar a atenção da sociedade sobre a importância do debate.

“Estamos enfrentando um momento excepcional no qual as condições de nossas vidas estão sendo postas à prova, impactando diretamente nossas rotinas. Nesse sentido, a Ufal tem papel fundamental na busca por soluções no combate à pandemia de covid-19 organizando forças-tarefas e agindo em várias frentes: prevenção, informação à sociedade, realização de testes diagnósticos, produção de máscaras, respiradores, álcool em gel, atendimento à população no Hospital Universitário, entre outras ações”, comentou a pró-reitora Iraildes Assunção, da Propep.

Brasil na Marcha

A Frente pela Vida divulgou uma programação nacional para que os brasileiros possam participar virtualmente. A partir do meio-dia, o movimento convoca todos para um “tuitaço” com a hashtag #MarchaPelaVida, colocando a campanha em evidência na rede social Twitter até às 13h, quando começa o painel online de depoimentos em torno de seis eixos.

O primeiro deles é o direito à vida, sem distinção. “A vida deve ser protegida. A vida é fundamento, é condição. Não pode ser objeto de cálculo, não pode ser colocada em função de outras variáveis”, ressaltou, em vídeo, o presidentes da Andifes, João Carlos Salles Pires da Silva.

O coro virtual vai ecoar também pela valorização do Sistema Único de Saúde e por medidas de prevenção e controle da covid-19 com base em orientações cientificas. Equilíbrio e sustentabilidade no Planeta Terra formam outro pilar da campanha que volta o olhar para a preservação ambiental, no mês em que marca o Dia Mundial do Meio Ambiente.

Num cenário de turbulências políticas, a Frente pela Vida reforça a luta pela democracia para assegurar direitos e proporcionar condições dignas para todos os brasileiros. E para que ninguém esqueça, foi incluído no manifesto o que descreveram como “princípio primordial para uma sociedade mais justa, sustentável e fraterna”: a solidariedade.

O documento será apresentado oficialmente às 16h do dia 9, compondo a programação nacional que encerra com atividades culturais na internet.

A Ufal vai encaminhar para a Andifes, ainda hoje, o planejamento local de ações. Confira aqui programação completa e saiba como participar.