Campanha leva apoio a comunidades vítimas do isolamento social

Projeto da Faculdade de Nutrição já apoiou 1400 famílias e pede doações
Por Jacqueline Freire – jornalista
15/05/2020 14h37 - Atualizado em 15/05/2020 às 15h09
context/imageCaption

Grupo da Fanut tem ajudado famílias que estão em vulnerabilidade social e pede doações

Em meio às ações promovidas para combater o avanço da pandemia, algumas situações necessitam de um olhar diferenciado. Os muitos indivíduos em vulnerabilidade social são altamente prejudicados não só em relação à vida financeira, já tão sofrida, mas também na garantia de acesso a alimentos, produtos de higiene e informações sobre prevenção e conscientização.

Pensando nisso, e na tentativa de minimizar o sofrimento de uma grande parcela da população, o Centro de Recuperação e Educação Nutricional (CREN), uma organização liderada pelas professoras da Faculdade de Nutrição da Universidade Federal de Alagoas, Telma Florêncio e Ana Paula Clemente, iniciou a Campanha “Ajude-nos a Ajudá-los.

A ação é um projeto de extensão da Fanut e tem realizado atividades de educação em saúde na população em vulnerabilidade social da cidade de Maceió e de doação de cestas básicas, kits de higiene e máscaras caseiras.  Até o momento o grupo já conseguiu beneficiar 1400 famílias que vivem em extrema pobreza e pobreza em comunidades de Maceió. Os voluntários têm realizado ações de orientação de higiene pessoal, com a entrega de folders didáticos e explicativos para todos os graus de escolaridade e o uso de carros de som com alertas reforçando sobre os cuidados.

Segundo a professora Ana Paula Clemente, além da produção de máscaras artesanais para doação nessas comunidades e a entrega quinzenal de kits de higiene e cestas básicas para essas famílias, a campanha conta com doações e pede a ajuda de toda a sociedade civil alagoana. “Diante do cenário atual desde o início já sabíamos que o impacto da pandemia do Covid-19 iria agravar ainda mais as condições de vida destas famílias, assim logo que foi declarada a pandemia iniciamos nossa campanha para mobilizar a sociedade civil e captar doações. O trabalho tem sido extenuante pois a cada dia o vírus está sendo mais disseminado nas comunidades e temos a preocupação de fazer chegar as doações nos que mais precisam e também preservar a saúde de todos os colaboradores e voluntários da instituição. Estar na linha de frente tem sido um desafio diário para minimizar todo o impacto da atual crise de saúde pública”, reflete a professora.                                                                                                

Conheça o Cren

A proposta educativa do Cren ultrapassa as fronteiras acadêmicas para chegar até a sociedade. O CREN é uma Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (Oscip) que trabalha no enfretamento da desnutrição infantil, desenvolvendo todas as suas ações em comunidades de alta vulnerabilidade social do município de Maceió. “Somos um espaço renomado de pesquisa e desenvolvimento de metodologias de atendimento que conta também com a participação de alunos, professores e pesquisadores de várias universidades do Brasil”, explica Ana Paula.

O Cren está localizado no Conjunto Denisson Menezes (bairro circunvizinho à Ufal) e trabalha há 12 anos, em cooperação com a Universidade junto à população de alta vulnerabilidade de Maceió. O Centro tem como missão potencializar a transformação e resgatar a vida de crianças entre zero e seis anos, enfrentando a subnutrição e a obesidade, nutrindo corpo, mente e relações para o desenvolvimento integral da pessoa e da família.