Reitor esclarece sobre realização de testes da covid-19 pela Ufal

Universidade está se preparando, buscando certificação de equipamentos e anotação de responsabilidade técnica
Por Simoneide Araújo - jornalista
23/04/2020 10h53 - Atualizado em 26/04/2020 às 14h24
context/imageCaption

Reitor Josealdo Tonholo destaca empenho dos profissionais da Ufal

O reitor Josealdo Tonholo esclarece que a Universidade Federal de Alagoas está se preparando para colaborar com as autoridades de saúde com a realização de testes da covid-19. Ele reforça que a instituição só poderá iniciar esse processo após receber certificação dos equipamentos existentes em seus laboratórios e conseguir anotação de responsabilidade técnica junto aos conselhos regionais dos profissionais envolvidos. A adaptação física dos laboratórios já foi realizada com sucesso.

Tonholo destaca ainda que essa é uma ação da Ufal e com recursos próprios. "Neste momento de preparação para habilitar a Ufal para os testes, estamos fazendo todos os investimentos com recursos próprios. Caso seja possível a Univresidade participar do esforço estadual na produção de testes que sejam validados, serão necessários investimentos em custeio e em pessoal, que a Ufal precisará buscar junto aos parceiros do Estado. Nós, gestão central e nosso Hospital Universitário, estamos imbuídos em dar total apoio a essa ação, pois sabemos a importância para a sociedade alagoana. E temos o respaldo do Comitê de Gerenciamento da Covid-19 da Ufal ”, confirmou.

O gestor explica que a Secretária de Saúde e o Lacen são os protagonistas dos cuidados da covid-19 e estão ajudando a Ufal a se preparar para mais esse desafio. “É importante frisar que a Sesau e o Lacen são nossos grandes parceiros. Caso a Universidade seja habilitada, todo procedimento terá supervisão e acompanhamento do Lacen, que é a autoridade sanitária instalada”, garantiu.

No total, Tonholo destaca que 17 profissionais de várias áreas estão envolvidos, ligados a várias Unidades Acadêmicas, principalmente o Instituto de Ciências Biológicas e da Saúde (ICBS). “Temos quadro de profissionais envolvidos altamente qualificados; todos doutores. Esta é apenas uma das ações da Ufal no combate à covid-19. A Ufal espera dar mais essa contribuição em defesa da vida”, finalizou.