Ufal une esforços à AMA para ajudar famílias em Santana do Ipanema

Cerca de 200 famílias tiveram as casas inundadas depois que um riacho transbordou com as chuvas e precisam de donativos
Por Manuella Soares - jornalista
31/03/2020 15h02
context/imageCaption

Quem quiser ajudar, pode contribuir com roupas, calçados, alimentos, itens de higiene pessoal, lençóis, colchões, colchonetes ou outros donativos.

Solidarizada com a situação das pessoas atingidas pelas fortes chuvas em Santana do Ipanema, a gestão central da Universidade Federal de Alagoas se uniu à Associação dos Municípios Alagoanos (AMA) para somar esforços. A campanha #SantanaPedeSocorro encabeçada pela AMA conta agora com o apoio institucional da Ufal para intensificar a divulgação dos pontos de arrecadação de doações.

Além da sede da Associação no bairro do Farol, localizada na Avenida Dom Antônio Brandão, número 218, também há pontos de coleta em Maceió no Posto Pinto São Jorge, que fica na Avenida Coronel Salustiano Sarmento; e na Pizzaria Água na Boca, na Rua Firmo de Correia de Araújo, 1106, bairro Osman Loureiro.

Quem quiser ajudar, pode contribuir com roupas, calçados, alimentos, itens de higiene pessoal, lençóis, colchões, colchonetes ou outros donativos. A Ufal e a AMA ressaltam a urgência das famílias que ficaram desalojadas e enfrentam novos temporais. Desde a última sexta-feira (26) o prefeito de Santana do Ipanema, Isnaldo Bulhões, decretou situação de emergência depois que o Riacho Camoxinga transbordou, invadiu casas e atingiu cerca de 200 famílias.

A maior instituição pública de ensino superior de Alagoas está presente na cidade de Santana do Ipanema desde 2010, em sua unidade educacional ligada ao Campus do Sertão.  Nem o prédio atual nem o novo foram atingidos porque ficam em áreas distantes da região inundada.

Ufal engajada

O Diretório Central dos Estudantes (DCE) da Ufal, também está engajado na campanha de solidariedade aos desabrigados de Santana. A secretária-geral, Andreza Gomes divulgou outros pontos de coleta em Maceió: Supermercado Ponta Verde, na Avenida Sandoval Arroxelas, e Cruz Vermelha, na Avenida Gustavo Paiva, em frente ao Maceió Shopping.

Já o Campus Arapiraca está dando apoio para as arrecadações de quem puder ajudar na região do Agreste alagoano. O diretor do campus, Arnaldo Tenório, colocou a sede à disposição para servir de ponto de coleta e divulgou outros locais onde as pessoas de Arapiraca e cidades circunvizinhas podem levar as doações. Confira aqui.