Pró-reitoria de Gestão Institucional emite nota técnica sobre orçamento da Ufal

Intenção é informar à comunidade acadêmica sobre a situação por que passa a Universidade
Por Simoneide Araújo - jornalista
05/03/2020 10h43 - Atualizado em 05/03/2020 às 18h47
context/imageCaption

Gráfico - Lei Orçamentária Anual de 2018 a 2020

Em nota técnica publicada no portal da Transparência da Universidade Federal de Alagoas, a Pró-reitoria de Gestão Institucional (Proginst) divulga para a comunidade acadêmica e à sociedade alagoana o orçamento aprovado para a Ufal. Mesmo com cenário de incertezas, a gestão superior se mostra confiante e espera contar com a sensibilidade do Governo Federal, especialmente os ministérios da Economia e o da Educação, para realizar as ações planejadas para este ano.

De acordo com o pró-reitor de Gestão Institucional, Renato Miranda, o momento é de alerta, mas a Ufal, mesmo com as contas reduzidas nas rubricas de pessoal e custeio, vai conseguir enfrentar esse desafio. “Estamos com um orçamento defasado em 10,28% em relação ao ano anterior, o que representa 87,2 milhões de reais a menos para as contas da Ufal”, pontuou.

Miranda comenta, ainda, que além dessa redução orçamentária, “a gestão assume a Universidade herdando um passivo de 10,3 milhões de reais, correspondentes às obrigações firmadas e não pagas em anos anteriores. A mesma situação é realidade no Hospital Universitário Professor Alberto Antunes, que possui uma dívida operacional de 5,6 milhões de reais e um passivo de 6,8 milhões, oriundos de repactuações contratuais pendentes de negociação”.

Para saber mais sobre o orçamento 2020, acesse aqui a Nota Técnica publicada no Portal da Transparência da Ufal