Mesmo com corte de recursos, Proest vai garantir assistência ao estudante

Promoção de atividades nas áreas de cultura, esporte, inclusão digital e acessibilidade também está na plataforma de trabalho
Por: Diana Monteiro - jornalista - 10/02/2020 às 15h57 - Atualizado em 13/02/2020 às 13h19
context/imageCaption

Alexandre Lima (Foto: Renner Boldrino)

Ao tempo em que o corte de aproximadamente 40% no recurso do Pnaes, Programa direcionado à política estudantil, consiste num desafio para a atual gestão da Universidade Federal de Alagoas, a redução serve como motivação para que ações sejam mantidas e até ampliadas com o objetivo de garantir os atendimentos em curso e de permanência na instituição. Segundo o pró-reitor Estudantil Alexandre Lima Marques da Silva, dos recursos da ordem de R$ 23 milhões recebidos em 2019, o recurso do Pnaes previsto na Lei Orçamentária do Governo Federal, aprovada para a Ufal, este ano, prevê o montante de R$ 13 milhões.

Estão vinculadas diretamente à política estudantil bolsas, auxílios, acesso aos cinco Restaurantes Universitários, assim como à Residência Universitária no Campus A.C. Simões. A maioria dessas ações está direcionada para alunos em vulnerabilidade socioeconômica e como estratégia de manutenção e fortalecimento desses atendimentos, Alexandre diz que será desenvolvido um trabalho articulado entre as gerências: “As políticas na área estudantil têm destacada prioridade na gestão central, que não vai medir esforços para garantir o atendimento das necessidades que são demandadas pelo segmento nos quatro campi da Ufal e suas respectivas unidades educacionais”, destacou.

A Pró-reitoria Estudantil é dotada de cinco Gerências distribuídas em: Assistência Estudantil, Restaurantes Universitários, Residência Universitária, Administrativa e de Esportes, além do suporte do Núcleo de Acessibilidade (NAC), e do Núcleo de Assistência Estudantil (NAE) nos campi Arapiraca e do Sertão. Para a garantia do acesso gratuito aos alunos contemplados na política de gratuidade, bem como estimular ações para fortalecer a permanência, Alexandre adianta a promoção de atividades nas áreas de cultura, esporte, inclusão digital e acessibilidade. “São ações que levarão o sentimento de pertencimento do aluno à instituição e dispomos de estrutura para o desenvolvimento de atividades nas citadas áreas”, enfatiza.

Na promoção da saúde e bem-estar, uma das metas da Proest é intensificar o Serviço de Atendimento ao Aluno na área odontológica e nutricional estreitando ainda mais os laços com as Faculdades de Odontologia (Foufal) e Nutrição (Fanut) e também com o Hospital Universitário (HU). Além do acompanhamento psicossocial disponível na Pró-reitoria com equipe competente para atuar nessa área.

Docência e gestão

Há 14 anos como docente da Universidade Federal de Alagoas, em sua área de formação, Engenharia, onde é mestre e doutor, Alexandre Lima em seu percurso acadêmico, iniciado no Campus Arapiraca, também acumula experiência administrativa no Campus A. C. Simões. No último mês de janeiro encerrou o seu mais recente cargo como diretor do Centro de Tecnologia (CTEC). Em sua passagem pela Feac (Faculdade de Economia Administração (Feac), foi coordenador do curso de Administração na modalidade de ensino a distância e no Campus Arapiraca, coordenou o curso de Administração presencial. A sua experiência administrativa também se estendeu à Pró-reitoria de Graduação (Prograd), onde foi coordenador de desenvolvimento pedagógico e dos cursos de graduação, de 2009 a 2015.