Crescimento de projetos de impacto social será prioridade da Propep

Com financiamento do CNPq, projetos buscam formação de doutores em áreas estratégicas
Por: Diana Monteiro - jornalista - 11/02/2020 às 15h33 - Atualizado em 13/02/2020 às 12h26
context/imageCaption

Iraildes Assunção (Foto: Renner Boldrino)

A consolidação dos cursos de pós-graduação, com positividade para ampliação dos doutorados na Universidade Federal de Alagoas, assim como crescimento dos PPGs profissionais, investimento na internacionalização e qualificação do corpo técnico, concentram a plataforma de trabalho da Pró-reitoria de Pesquisa e Pós-graduação (Propep). Nesse contexto, também se sobressai como meta, o desenvolvimento de projetos institucionais junto às Agências de Fomento que tragam impacto social na área de extensão, um dos critérios exigidos pela Capes.

“A Ufal assinará, ainda este mês, um projeto com financiamento do CNPq, no âmbito do Edital para Formação de Doutores em Áreas Estratégicas. O projeto contemplará as áreas de Ciências Biológicas e Agrárias e envolve outras seis universidades. Destinará 10 bolsas de doutorado, seis bolsas de apoio técnico e auxílio financeiro para pesquisa. Em tempos de contingenciamento e corte de recursos, inclusive para bolsas, é uma grande conquista para a instituição”, disse a pró-reitora Iraildes Pereira Assunção.

O projeto conta com a participação das seguintes instituições de ensino superior: Fundação Instituto Oswaldo Cruz (Fiocruz - RJ), Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), Universidade Federal de Viçosa (UFV-MG) e Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho Botucatu (Unesp-SP), Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) e Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ-RJ).

A Ufal conta com 42 Programas de Pós-graduação em funcionamento, entre mestrados Acadêmico/Profissional e doutorados, com conceitos variando de 3 a 5. No elenco de prioridades está a melhoria dos PPGs e o investimento nas áreas de Internacionalização e de Inovação/ Empreendedorismo. Sobre isso, a pró-reitora destaca Iraildes destaca: “Investir em internacionalização, além de atender um dos critérios exigidos pela Capes, é importante para consolidação dos Programas. O mesmo vale para as ações em Inovação e Empreendedorismo, conduzidas sob a supervisão do Núcleo de Inovação Tecnológica, com relevantes contribuições”, enfatiza.

Iraildes aproveitou para dizer que a pró-reitoria é dotada de uma equipe qualificada para o desempenho das atividades, distribuídas nas coordenações (Pós-graduação e de Pesquisa), NIT, Comissão de Ética no Uso de Animais (Ceua) e no Comitê de Ética em Pesquisa (CEP). Setores que se configuram como importantes aliados para impulsionar as ações de crescimento da pesquisa e da pós-graduação na Ufal.

Ação e experiência

Iraildes Assunção ingressou na Ufal em 2006, no então Centro de Ciências Agrárias (Ceca). É graduada em Agronomia, com mestrado, doutorado e pós-doutorado em Fitopatologia (estudo das doenças das plantas). Em sua trajetória acadêmica coordenou por três mandatos o Programa de Pós-graduação em Proteção de Plantas. Atualmente é bolsista de Produtividade do CNPq na área de Ciências Agrárias e vários projetos de pesquisa estão sob sua coordenação.