Bloco Unidos da Pessoa Idosa abre festejos de carnaval na Reitoria

Evento é uma iniciativa do Grupo de Pesquisa Multiprofissional sobre Idosos que reúne professores e estudantes de diversos cursos
Por Blenda Machado - estagiária de Jornalismo (texto e fotos)
04/02/2020 18h10 - Atualizado em 07/02/2020 às 15h03
context/imageCaption

Clima carnavalesco tomou conta do Campus na tarde de hoje

A Universidade Federal de Alagoas (Ufal) começou o clima carnavalesco com a 1ª edição da festa de carnaval do Bloco Unidos pela Pessoa Idosa. Na tarde desta terça-feira (4), os foliões mudaram a rotina da Reitoria e buscou trabalhar a promoção da saúde da pessoa idosa de forma lúdica.

A iniciativa é do Grupo de Pesquisa Multiprofissional sobre Idosos (GPMI), com apoio da Universidade Aberta para a Terceira Idade (UnATI), do Hospital Universitário Professor Alberto Antunes e da Asssociação dos Docentes da Ufal. A psicóloga e também uma das organizadoras do evento, Mariana Monteiro, conta que o Carnaval é uma festa cultural e, por isso, traz ‘‘promoção à saúde do idoso e faz ele se apropriar do espaço’’, disse.

O Bloco Unidos pela Pessoa Idosa saiu às ruas do Campus A.C. Simões, em Maceió, reunindo integrantes da academia e idosos da comunidade para comemorar o carnaval. Segundo a coordenadora Elizabeth Moura, o momento foi escolhido para representar o envelhecimento ativo. ‘‘É uma forma de promover a saúde com a música e dança, fazendo com que eles se sintam bem’’, afirmou.

A Integrante da UnATI, Navalci Nogueira, 71 anos, conta que o ‘‘idoso tem que participar desse momento e não ser uma pessoa sedentária. Só de estar participando estou muito feliz’’.

Sobre o GPMI

Em outubro de 2014, foi criado o Grupo de Pesquisa Multiprofissional sobre Idosos, vinculado ao curso de Enfermagem, coordenado pela professora Elizabeth Moura, que tem por objetivo a promoção à saúde da pessoa idosa. Atualmente conta com participação dos profissionais e estudantes dos cursos de Fisioterapia, Psicologia, Enfermagem, Educação Física, Direito, Odontologia, Serviço Social e Nutrição.

O projeto já desenvolveu diversas atividades e pesquisas voltadas ao idoso. Os encontros do Programa Universidade Aberta à Terceira Idade (Unati) são realizados todas às terça-feiras mensalmente na Ufal.