Coordenadora-geral da Bienal se reúne com representantes da Prefeitura de Maceió

Parceria entre instituições foi ponto-chave em pauta
Por: Estêvão dos Anjos - jornalista colaborador - 15/08/2019 às 17h00 - Atualizado em 15/08/2019 às 17h55
context/imageCaption

Divulgação

Na manhã dessa quinta-feira (15), a coordenadora-geral da 9ª Bienal, professora Elvira Barretto, se reuniu, no Gabinete de Governança da Prefeitura de Maceió, com representantes da Secretaria Municipal de Economia (Semec) e da Secretaria Adjunta de Cidade Inteligente. Na ocasião, foram discutidos assuntos referentes à parceria entre a Universidade Federal de Alagoas (Ufal) e a Prefeitura de Maceió para a realização do maior evento literário de Alagoas.

Elvira Barretto abriu a reunião atualizando os representantes da prefeitura sobre o projeto da Bienal e sobre algumas ações já programadas, como a ocupação de prédios históricos, o uso de corredores do bairro para a realização de exposições e a já tradicional feira de livros. Além disso, expôs sobre as diretrizes que norteiam o evento, citando, entre outras, o respeito aos direitos humanos, a educação contra todas as formas de discriminação e racismo, e a conscientização para a preservação do meio ambiente e a promoção da acessibilidade.

Por sua vez, o assessor técnico da Semec, Messias Costa, destacou a importância do novo formato da Bienal, que, em sua maioridade, vai às ruas de um dos principais bairros de Maceió, Jaraguá, em consonância com o ideal da prefeitura de voltar parte de suas ações para o bairro histórico.

"Ficamos muito felizes com a nova formatação que a Ufal concebeu à 9ª. Bienal, o que vai dar uma nova cara a Jaraguá. Trazer um evento tão importante para a rua soa para nós como uma música suave. Isso despertou em nós uma necessidade imensa de agregar à Bienal uma série de atividades que tínhamos vontade de realizar, então encontramos um momento muito propício e uma sinergia superespecial para colocá-las em prática”, disse Costa.

Entusiasta da inovação aplicada a favor da sociedade, Costa apresentou ideias que aliam desenvolvimento sustentável e tecnologia, levando a Jaraguá o suporte necessário para que os visitantes tenham toda estrutura necessária para os dez dias de atrações. Dentre as inovações, foi citada a possibilidade da implantação de pisos táteis nas calçadas do bairro, ofertando segurança a deficientes visuais, idosos e crianças em sua locomoção. A realização do 3° Seminário do Desenvolvimento Econômico (SDE) da Cidade de Maceió.

Estiveram presentes à reunião, além de Messias Costa, Emerson Amâncio e Tarsys Gama, pela Semec, e Larissa Santos e Thais de Andrade, representando a Secretaria Adjunta de Cidade Inteligente.

A 9ª Bienal Internacional do Livro de Alagoas, realizada pela Edufal, será de 1º a 10 de novembro de 2019, em Maceió, e ganha as ruas do histórico bairro de Jaraguá. O evento contará, em sua programação, com lançamentos de novos títulos, oficinas, palestras, rodas de conversa, espetáculos de música, dança, teatro e outras expressões artísticas, contação de histórias, bate-papos com autores/as convidados/as, espaços de convivência e alimentação.