Reitora se reúne com deputada federal para discutir destinação de emendas

Necessidade de construção de UDA no Campus Arapiraca e compra de equipamentos para HU foram apresentados à parlamentar
Por: Izadora García – relações públicas - 01/07/2019 às 19h05 - Atualizado em 01/07/2019 às 19h06
context/imageCaption

Durante a reunião foram discutidas a construção de uma nova UDA, a compra de equipamentos para o HU, incentivo a mulheres nas ciências exatas e autismo. Fotos: Olívio Candido

Valéria Correia, reitora da Universidade Federal de Alagoas (Ufal), se reuniu nesta sexta-feira (28) com a deputada federal Tereza Nelma (PSBD) para pleitear emendas parlamentares para a Ufal. Os recursos, que totalizarão R$3,5 milhões, serão destinados à construção de uma nova Unidade Docente Assistencial (UDA) vinculada ao Campus Arapiraca e para a compra de equipamentos para o Hospital Universitário Alberto Antunes (Huppa).

Na ocasião, também estiveram presentes Alejandro Frery, pró-reitor de Pesquisa e Pós-graduação; Manoel Álvaro Neto, gerente de Atenção à Saúde do Huppa; além de assessores da parlamentar.

No total, deverão ser liberados R$ 3,5 milhões para a Ufal, dos quais R$2 milhões serão destinados ao Hospital Universitário para a compra de equipamentos. O R$ 1,5 milhão restante dará início a construção de uma nova Unidade Docente Assistencial em Arapiraca. Esse projeto deve custar, no total, R$ 3,4 milhões.

Segundo os assessores, o processo deverá ser mais rápido, uma vez que os recursos fazem parte dos restos a pagar de deputados que não foram reeleitos. Entretanto, a liberação da verba depende de aprovação prévia do Ministério da Educação. Até o dia 15 de julho o sistema estará aberto para que a Universidade cadastre o projeto. O MEC faz o trabalho técnico de avaliação e, se a proposta for aceita, o recurso é enviado.

“O projeto nós já temos praticamente definidos, uma vez que ele vai seguir os moldes da UDA de Maceió. Faltam alguns ajustes como estudo de solo e das tratativas com a prefeitura de Arapiraca. Uma Unidade Docente Assistencial é bastante importante para o Campus Arapiraca, uma vez que temos um curso de medicina e de enfermagem, sem um Hospital Universitário. Nesse contexto, a UDA vem ajudar no processo de formação porque ela será um cenário de prática para esses estudantes”, afirmou a reitora.

A Unidade Docente Assistencial de Arapiraca será a segunda da Ufal. As tratativas com o município e com os cursos de medicina e enfermagem do Campus ainda serão iniciadas. Essas Unidades são duplamente benéficas, pois levam à população uma série de especialidades médicas, além de funcionarem como um espaço de aprendizado e de atividades práticas dentro do SUS para estudantes da saúde.

De acordo com a deputada federal Tereza Nelma, a parceria com a Universidade deve continuar. Ela também sugeriu ao pró-reitor de Pesquisa e Pós-graduação e ao gerente de Atenção à Saúde do HU uma cooperação técnica para atender crianças e adultos com transtorno do espectro autista. Alejandro Frery falou sobre a existência de especialistas no assunto realizando pesquisas na Ufal e que uma parceria seria bastante interessante para a Ufal e para a sociedade alagoana. Outro ponto discutido foi a mobilização da Universidade para incentivar a participação de mulheres na área das ciências exatas.

 “A Universidade é, e sempre foi, o celeiro da pesquisa científica no Brasil. Precisamos valorizar esse aspecto e resgatar investimentos destinados a esse fim. Na Universidade Federal de Alagoas temos esse espaço físico e, felizmente, uma reitora que se preocupa com isso, temos esses ideais em comum”, reforçou a deputada.

“Em tempos de contingenciamento e poucos recursos para as Universidades, esse diálogo com a bancada e agora com a deputada Tereza Nelma é muito importante porque tem sido uma das formas alternativas de buscar mais recursos para investir na Universidade. Esse bom relacionamento com os parlamentares tem sido uma constante da nossa Gestão”, finalizou a reitora.