Festival de Atletismo promove atividades e interação entre alunos e crianças

Cerca de 400 crianças participaram da ação promovida por alunos de Educação Física da Ufal
Por: Pei Shung Fon - estudante de Relações Públicas - 23/07/2019 às 09h16 - Atualizado em 23/07/2019 às 11h50
context/imageCaption

Crianças participando do festival de atletismo. Foto: Assessoria

No último sábado (20), o Complexo Esportivo da Universidade Federal de Alagoas (Ufal) recebeu o Festival de Atletismo promovido por alunos do 1º ao 7º período do curso de licenciatura em Educação Física, em parceria com a Instituição Casa dos Amarelinhos, e que aproximou cerca de 400 crianças ao mundo do atletismo. 

Foram realizadas atividades lúdicas com os pequenos promovendo o conhecimento dos espaços do atletismo, a corrida, o salto, o arremesso de peso e a interação social entre os participantes e também com os alunos do projeto. A Instituição Casa dos Amarelinhos, situada no bairro do Prado, no Trapiche da Barra, atende cerca de 1,6 mil crianças que vivem em vulnerabilidade social e zonas de riscos em diversos municípios de Alagoas. E além de incentivar a prática de esportes, em especial o atletismo, o projeto proporcionou a interação dos alunos de Educação Física, destacando o espírito comunitário e as atividades aprendidas em sala de aula. 

“Organizar um evento como esse proporcionou vivências e experiências que são de suma importância para um estudante da área de Educação Física, principalmente como futuro professor. Foi gratificante fazer parte desse evento e sou uma incentivadora da modalidade por saber a riqueza que o proporciona”, reitera a aluna Maria Carvalho. 

O professor do Instituto de Educação Física e Esporte (Iefe) e coordenador do projeto, Marco Antônio Chalita, acredita que a ação foi de grande importância na formação dos alunos e que, no geral, as atividades conseguiram trazer um momento de alegria e conhecimento para as crianças. "O festival foi muito proveitoso para os alunos da ufal que tiveram contato direto com a comunidade. Acredito que tenha sido uma experiência muito importante na formação deles. E para as crianças da escola, foi uma forma de conhecer os espaços do atletismo vivenciando as atividades e uma questão de interação social entre eles", comentou Chalita.