Peças anatômicas de animais serão expostas na Semana do Meio Ambiente

Material vai ser disponibilizado pela UE Viçosa para a programação da atividade em Maceió; Evento encerra no próximo sábado
Por: Blenda Machado - estagiária de Jornalismo - 05/06/2019 às 09h08 - Atualizado em 05/06/2019 às 09h17
context/imageCaption

Peças são do Laboratório de Anatomia Animal, da Ufal em Viçosa

Os pesquisadores do Laboratório de Anatomia Animal da Unidade de Ensino da Ufal em Viçosa, onde funciona o curso de Medicina Veterinária, participarão neste sábado (8), das 9h às 13h, da 1ª Semana do Meio Ambiente. A atividade será realizada no Parque do Horto, na sede da Superintendência do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente de Alagoas (Ibama-AL), em Maceió. Parceiro do evento, o laboratório participará com a exposição de peças anatômicas de animais silvestres e domésticos com o objetivo de conscientizar sobre a importância da Semana Mundial do Meio Ambiente, trazendo assuntos sobre proteção e manutenção da biodiversidade e como as interferências humanas afetam diretamente no equilíbrio ambiental. 

A programação geral já iniciou na última segunda-feira (3) e encerra no sábado (8), quando o material de Viçosa ficará disponível ao prúblico. O Dia Mundial do Meio Ambiente é comemorado em 5 de junho, data recomendada pela Conferência das Nações Unidas sobre Meio Ambiente. A ideia é que, no período comemorativo, haja apoio sobre a participação da sociedade brasileira para a preservação do patrimônio natural do país.

O professor Danillo de Souza Pimentel, do Laboratório de Anatomia Animal, também coordenador do projeto intitulado de Utilização do laboratório itinerante de anatomia animal como ferramenta de incentivo da educação socioambiental, conta como é organizar um evento tão importante para os estudantes com foco no meio ambiente. ‘‘É gratificante usar metodologias que estimulem e desenvolvam a compreensão integrada do meio ambiente e as relações sociais, econômicas, políticas, científicas e culturais. Desta maneira, as questões ambientais se ligam diretamente à responsabilidade socioambiental nas esferas individuais e coletivas’’, afirma. 

Paula Nascimento, estudante do curso de graduação em Engenharia Ambiental e Sanitária e, também, uma das organizadoras do evento, compartilha sua experiência: “Para mim, e posso falar por toda a equipe do Núcleo de Educação Ambiental [NEA], está sendo um privilégio sem tamanho, pois é nossa primeira Semana do Meio Ambiente e planejamos tudo com muito carinho para os visitantes”.

A estudante também ressalta a importância do evento para a Universidade Federal de Alagoas. “O nosso maior objetivo é mostrar a importância do meio ambiente, dos seus ecossistemas e dos recursos naturais. Para que, assim, as pessoas tenham maior conhecimento e possam valorizar, cuidar, preservar e amar o meio ambiente”, completa.

Sobre o evento

Em Maceió, a Semana do Meio Ambiente é realizada pela Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Sustentável (Semds), em parceria com o Ibama e o Parque Horto.

Além da exposição do laboratório da UE Viçosa, a programação inclui trilhas ecológica e sensorial com informações sobre Área de Proteção Permanente (APP), palestras, jogos educativos, ações de saúde na Santa Casa de Maceió e ativiadades especiais para o público mais jovem: o VET Kids, onde os participantes poderão conhecer o trabalho do biólogo e do médico veterinário na triagem de animais silvestres oriundos de tráfico silvestre.