Aula Magna destaca as universidades públicas como patrimônio do povo

Reitora Valéria Correia dialogou com os novos estudantes sobre autonomia universitária e a liberdade de cátedra
Por: Lenilda Luna - jornalista - 06/05/2019 às 13h19 - Atualizado em 06/05/2019 às 13h22
context/imageCaption

Reitora Valéria recepciona novos alunos com Aula Magna. Fotos: Renner Boldrino

No início da manhã desta segunda-feira (6) era intenso o movimento de estudantes novatos da Universidade Federal de Alagoas que compareceram para a Aula Magna do semestre letivo 2019.1. No hall da Reitoria, enquanto aguardavam, alguns puderam fazer o cadastro para doadores de medula óssea, com a equipe do Hemoal. A atividade faz parte da Calourada Solidária, que segue até 17h. 

A programação da calourada unificada é construída pela Pró-reitoria de Graduação (Prograd), com a participação dos centros acadêmicos e Diretório Central dos Estudantes (DCE), além de outras pró-reitorias. Cada curso também tem sua programação de acolhimento. “Programamos várias atividades, com exposições e visitas, que vai ser concluída na assembleia unificada de quinta-feira (15), no CIC, para debater os cortes nos orçamentos das universidades”, disse Luan Torres, do  Centro Acadêmico de Psicologia. 

No auditório da reitoria, que estava lotado de novos estudantes, a programação foi iniciada com a interpretação de dois músicos da Orquestra Universitária. No final da apresentação, o músico Abel dos Anjos convidou os estudantes para conhecer a orquestra. “Teremos apresentação gratuita no dia 29 de maio, porque isso é a Universidade: um universo de ideias, arte e conhecimento científico. Nós pesquisamos e fazemos música para vocês”, destacou. 

Em seguida, os estudantes assistiram a um vídeo, produzido pela Assessoria de Comunicação (Ascom), apresentando os campi, as pró-reitorias, os órgãos de apoio e um panorama de tudo o que é produzido na Ufal. O vídeo contou com tradução em Libras, numa parceria com a Faculdade de Letras da Ufal. “Temos uma equipe disponível para colaborar na tradução dos eventos e vídeos, assim como temos cursos para os que quiserem aprender a Língua Brasileira de Sinais”, destacou Meire Pereira, intérprete de Libras. 

Na aula magna, com o tema Qual o papel e a missão da universidade pública para o fortalecimento do Estado Democrático de Direito e desenvolvimento social?, a reitora Valéria Correia destacou que as universidades são patrimônio do povo brasileiro. “A rede federal de ensino superior público tem 1,2 milhão de estudantes. A Ufal tem cerca de 30 mil. Mas não é só para esses estudantes, e para os demais integrantes da comunidade universitária que a universidade pública é relevante, mas para toda a sociedade”, destacou a reitora. 

Valéria enfatizou o tripé indissociável sobre o qual se estabelece a universidade pública. “Muito além da sala de aula, temos a extensão, que agora integra o currículo de todos os cursos, levando serviços gratuitos e de qualidade para as comunidades, e temos também a pesquisa, que é fundamental para garantir o desenvolvimento e a qualidade de vida da população”, relatou. 

A reitora convidou os novos estudantes a se informar, participar e ser atuantes na comunidade universitária. “Contamos com todos e todas para defender princípios valorosos, como a Autonomia Universitária e a Liberdade de Cátedra. A Ufal deve ser defendida como uma instituição dos alagoanos que tem uma produção científica e cultural que é referência no Nordeste e que também forma profissionais de destaque no desenvolvimento de Alagoas”, finalizou Valéria Correia. 

Engajamento 

O Núcleo de Acessibilidade (NAC)  montou uma tenda no hall da Reitoria para receber os estudantes. “Estamos aqui para divulgar o programa de acompanhamento para os estudantes surdos, com baixa visão, cegos ou com alguma dificuldade de locomoção. Toda a comunidade universitária pode colaborar com a inclusão. Fazemos  treinamentos para quem decide colaborar com o projeto”, explicou Silvana lins, integrante do NAC

O Diretório Acadêmico (DA) de Comunicação também estava convidando os calouros para a Semana de Comunicação (Secom). “A programação da Secom começa nesta terça-feira (6) e vai até sexta-feira. A programação completa está sendo divulgada no perfil do instagram @ufalsecom. Convidamos profissionais que atuam em comunicação no Estado para compartilharem suas experiências com os estudantes. Convidamos calouros e veteranos a participar”, ressaltou Francielly Dias, do DA Freitas Neto. 

Confira outras programações aqui.