Etapa de Fóruns Temáticos do PDI é encerrada no Campus do Sertão

Próxima etapa do novo Plano de Desenvolvimento Institucional da Ufal será realização de Audiências Públicas
Por: Izadora Garcia - relações públicas - 11/04/2019 às 18h58 - Atualizado em 11/04/2019 às 19h08
context/imageCaption

Participação no Campus do Sertão foi uma das maiores registradas nos Fóruns. Fotos: Thiago Prado

Na tarde de hoje (10), a etapa dos Fóruns Temáticos do novo Plano de Desenvolvimento Institucional (PDI) da Universidade Federal de Alagoas (Ufal) foi finalizada na sede do Campus do Sertão, em Delmiro Gouveia. Ao todo, foram mais de 30 horas de discussão, nos três campi, sobre as ações estratégicas para alcançar a Ufal que a comunidade universitária deseja nos próximos cinco anos.

Participaram da mesa de abertura o vice-reitor, José Vieira, e o diretor do Campus, Agnaldo dos Santos. “Nem sempre o processo democrático é célere, mas ele é muito importante, principalmente no contexto de contração democrática que vivemos hoje. Precisamos ressaltar que, nesse novo formato, é aberta a oportunidade de discutir e debater nossas necessidades, dificuldades e expectativas com as pessoas interessadas em participar”, elucidou Vieira.

Como em Arapiraca e no Fórum dos Gestores, as apresentações no Campus do Sertão foram realizadas em blocos, contemplando os eixos ensino, extensão e pesquisa e pós-graduação.  Uma vez que Plano de Desenvolvimento Institucional só engloba as atividades-fim da Universidade, questões relacionadas à gestão de pessoas e do trabalho, infraestrutura e gestão institucional não fazem parte dos objetivos estratégicos e dos planos de ação.

“Esse momento é o mais rico porque, por mais que uma subcomissão se esforce para pensar e propor ações abrangentes para todos os campi e unidades educacionais, existem pontos que só um docente ou técnico de um local x, que tem essa vivência, é capaz de perceber. Então esse momento é importante para que vocês exponham angústias que não chegam nem a ser discutidas porque não fazem parte da nossa realidade”, explicou Edna prado.

Após as apresentações, a comunidade universitária pôde fazer suas contribuições. Docentes expuseram suas críticas e colocações e receberam respostas das pró-reitorias. Foram levantados pontos como a necessidade de valorizar a extensão do ponto de vista curricular para os docentes, institucionalizar a cultura de patentes e inclusão de mais propostas vinculadas ao esporte e à saúde mental dos estudantes.

O diretor acadêmico do Campus falou sobre a importância do processo e a participação do Sertão na construção do plano. “Tivemos a representação de todo o Campus do Sertão, com a presença, inclusive, de professores de Santana do Ipanema. Gostaria de agradecer a oportunidade. Apesar de ter ressalvas com relação ao cronograma, considero que esse debate tenha sido muito profícuo porque, de uma forma ou de outra, todos puderam fazer contribuições”.  

A reitora Valéria Correia falou sobre a finalização da etapa de Fóruns Temáticos. “Foi muito positivo e gratificante ver as pessoas participando, com críticas, com elogios. Sempre nos propusermos a fazer uma gestão democrática, com a participação popular, e ter um PDI construído dessa forma é uma grande conquista para a instituição”, avaliou.

A terceira etapa do Plano de Desenvolvimento Institucional será constituída por audiências públicas.