Corpo Cênico apresenta dois espetáculos nesta sexta-feira

Encenação com textos de Bertolt Brecht e Obscuricenidades são atrações da 1ª Roda de Conferências em Artes Cênicas da Ufal
Por Simoneide Araújo - jornalista colaboradora
04/04/2019 07h50 - Atualizado em 03/04/2019 às 13h41
context/imageCaption

Arte de divulgação

Nesta sexta-feira (5), o Corpo Cênico da Universidade Federal de Alagoas está com dois espetáculos em cartaz. O primeiro, Igreja Dialética Brechtiana - O Acordo, com direção de Marcelo Gianini, e o segundo, Obscuricenidades, com orientação de Kamilla Mesquita. As apresentações são gratuitas e vão acontecer na sala 11 do Espaço Cultural da Ufal, na Praça Visconde de Sinimbu, dentro da programação da 1ª Roda de Conferências em Artes Cênicas, promovida pelo Corpo Cênico e pelo projeto Brincantuar.

 

Baseado em textos de Bertolt Brecht, tendo como eixo da encenação a peça didática de Baden Baden sobre O Acordo, a apresentação do Corpo Cênico Teatro será às 18h. De acordo com Gianini, a proposta dessa encenação é fazer uma reflexão estética e dialética sobre os avanços científicos da humanidade. “Por meio da leitura coletiva dos textos (em formato que remete a uma missa), a plateia é convidada a participar, junto com os atuantes, dessa reflexão, sempre duvidando de formulações dadas a priori, frutos de análises superficiais e ideologizadas da história”, explicou.

 

Igreja Dialética Brechtiana: O Acordo é parte do projeto Performances Político-Poéticas, dentro do programa de extensão Corpo Cênico da Ufal, ligado às graduações em Teatro e Dança e à Coordenação de Assuntos Culturais da Pró-reitoria de Extensão. Essa é a segunda montagem desse projeto bienal; a primeira foi O Amor à Pátria, também inspirada em textos de Brecht, ambas dirigidas pelo professor Gianini, que conta no elenco com estudantes do curso de licenciatura em Teatro.

Obscuricenidades

 

O espetáculo Obscuricenidades é a nova montagem do Corpo Cênico Dança e volta à cena nesta sexta, às 19h [a estreia foi no último 22 de março]. Trata-se de criação colaborativa, realizada por alunos do curso de licenciatura em Dança, participantes do equipamento cultural. Essa montagem está ligada ao projeto Corpo em arte: investigações criativas em dança, coordenado pela professora Kamilla Mesquita.

Obscuricenidades passeia prioritariamente pela linguagem da dança e surge a partir de inquietações e fascínios sobre o tempo presente. “Mesmo tendo a linguagem da dança, não deixa nunca de borrar os limites entre a dança, o teatro e a performance. Inegavelmente são os corpos dançantes que constroem o espetáculo. Corpos que pensam, questionam e investigam possibilidades por meio do movimento. E é justamente a partir desses pensamentos, questões e investigações que surge colaborativamente a obra”, relatou o grupo.

 

Corpo Cênico

O Corpo Cênico, criado em 2016, é ligado à Coordenação de Assuntos Culturais (CAC) da Pró-reitoria de Extensão, gerido pelos colegiados dos cursos de Dança e Teatro e coordenado pelo professor Ivanildo Piccoli. O objetivo do grupo é fomentar a pesquisa, a produção e a difusão das artes cênicas na Ufal e em Alagoas, envolvendo teatro, dança, circo, arte da performance, entre outras.

Esse programa de extensão busca promover a produção anual de obras dramáticas e coreográficas clássicas, como também de experimentos cênicos ligados à tradição ou à pesquisa de novas linguagens na arte da cena. Integrado aos programas de extensão das licenciaturas em Dança e Teatro, o Corpo Cênico, desde o início de 2018, passou a contemplar dois projetos: Performances político-poéticas, ligado à licenciatura em Teatro, e Corpo em arte: investigações criativas em dança, voltado à licenciatura em Dança.

Sua primeira montagem para o teatro foi Medeiamaterial, com texto de Heiner Müller e também dirigida por Gianini. Sua estreia foi durante na Bienal do Livro de Alagoas, edição 2017. Além das performances político-poéticas, o programa desenvolve, desde o ano passado, o projeto “Corpo-em-Arte”: Investigações Criativas em Dança, coordenado pela professora Kamilla Mesquita, do curso de licenciatura em Dança da Ufal.

 

SERVIÇO

 

O quê: Espetáculos Igreja Dialética Brechtiana – O Acordo e Obscuricenidades

Quando: 5 de abril, às 18h e às 19h, respectivamente

Onde: Sala 11 do Espaço Cultural Universitário, na Praça Visconde de Sinimbu, Centro-Maceió-AL

Entrada gratuita