Ufal é uma das universidades que mais recebe pessoas com deficiência

Em ranking de Instituições de Ensino Superior, Ufal ocupa 4ª posição
Por Pedro Ivon - estagiário de Jornalismo
06/12/2019 11h27
context/imageCaption

Em ranking de Instituições de Ensino Superior, Ufal ocupa 4ª posição (Foto: Blenda Machado)

De acordo com os dados do Censo de Educação Superior de 2018, divulgados pelo Ministério da Educação (MEC), a Universidade Federal de Alagoas (Ufal), está entre as cinco primeiras instituições públicas que recebem mais pessoas com deficiência. Ocupando a quarta posição no ranking com 36 Instituições de Ensino Superior (IES) públicas, divulgado pelo site Quero Bolsa, a Ufal possui 2,6% de alunos com deficiência.

A Federal alagoana ficou atrás somente do Instituto Federal da Paraíba (IFPB), da Universidade Federal do Acre (Ufac) e da Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc), que estão em primeiro, segundo e terceiro lugar, respectivamente. Além das 36 instituições públicas, o ranking também divulgou 15 IES privadas, totalizando 51 instituições, no total. De acordo com o MEC, são 8,45 milhões de alunos em faculdades pelo país, mas desses, apenas 43.633 são deficientes, representando um percentual de 0,5%.

Apenas 6,2% dos brasileiros possuem algum tipo de deficiência, de acordo com o levantamento feito em 2015 pela Pesquisa Nacional de Saúde (PNS), do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Ainda segundo o IBGE, entre os alunos com deficiência, 35,9% têm deficiência física.

Para acessar o ranking completo, clique aqui.