Programa de extensão recepciona alunos do ensino médio

Atividades do Paesp já iniciaram com as próximas turmas do programa
Por Alícia Santos - estudante de Jornalismo
11/11/2019 11h27 - Atualizado em 11/11/2019 às 11h28
context/imageCaption

Recepção aos participantes e responsáveis do Paesp Júnior

O Programa de Apoio aos Estudantes das Escolas Públicas do Estado (Paespe) deu início às atividades com as turmas 2020, realizando a aula inaugural, que recepcionou os estudantes, pais e responsáveis pelos jovens. No último dia 26 de outubro a atividade foi realizada com a turma do Paespe Júnior e no dia 30 com a do Paespe. Na aula inaugural os coordenadores, Roberaldo Souza, criador do Programa e docente do Centro de Tecnologia da Ufal, e Geiza Correia, aluna da turma 2005,apresentaram o programa de extensão apontando as ações a serem realizadas em 2019 e 2020.

Na aula inaugural do Paespe Júnior, dos 153 classificados, 137 alunos comparecem, e 115 destes estavam acompanhados por um responsável. Já na aula inaugural do Paespe, 91 alunos, dos 101 classificados, comparecem, e 66 deles estavam acompanhados por um responsável. 

Sobre o Programa

O Programa promove a transformação e ascensão socioeconômica de jovens em vulnerabilidade, por meio da formação interdisciplinar e diferenciada focada na busca de novas oportunidades acadêmicas e profissionais.

A iniciativa tem como missão ser referência regional em educação e transformação social de alunos oriundos de escolas públicas, ofertando aulas inovadoras que promovam o ingresso de jovens em universidades, concursos e mercado de trabalho.

As atividades realizadas buscam aproximar os alunos à realidade da Universidade Federal de Alagoas (Ufal), motivando-os para o ingresso no ensino superior. O Programa é composto pelos projetos Paespe Júnior, Paespe e o Curso de Informática para Jovens e Adultos. O Paespe Júnior funciona como um reforço escolar e tem as disciplinas básicas de Português e Matemática. Já o Paespe oferece conteúdos de todas as disciplinas avaliadas pelo Enem. Além das aulas, os alunos participam de atividades multidisciplinares, como palestras, oficinas, tutorias e visitas técnicas. O Curso de Informática Básica é ofertado aos alunos e à comunidade externa, priorizando os pais/responsáveis dos alunos dos projetos, tendo como principal objetivo a inclusão digital.

As aulas acontecem no Centro de Tecnologia da Ufal e são ministradas por docentes da Universidade das diversas áreas de conhecimento. Também colaboram os discentes dos Programas de Educação Tutorial (PET Arquitetura, Ciência e Tecnologia, Engenharia Ambiental e Sanitária, Engenharia Civil, Letras e Psicologia) e alunos do Programa de Iniciação à Docência (Pibid) do Instituto de Ciências Biológicas. Além disso, conta com a colaboração das Empresas Juniores do CTEC (Ejec e Proteq).