Apresentação escolar promove cultura da paz durante a Bienal do Livro

Alunos encenaram e apresentaram frases e palavras que promovem a paz
Por: Pedro Ivon - estagiário de Jornalismo - 07/11/2019 às 16h43
context/imageCaption

Estudantes da Escola Estadual Professora Anaías de Lima Andrade, do Vergel do Lago (Foto: Pedro Ivon)

O projeto Construtores da Paz, uma iniciativa da organização Maceió Voluntário, levou para a 9ª Bienal Internacional do Livro de Alagoas uma apresentação dos alunos da Escola Estadual Professora Anaías de Lima Andrade, do Vergel do Lago, na manhã desta quinta-feira (7), na Praça Dois Leões.

Os alunos do 1º e do 7º ano realizaram uma encenação com a música Imagine, de John Lennon, mostrando frases de personalidades famosas e escrevendo palavras de paz em um cartaz. “Eu acho que a gente tem que dar ferramentas pela paz, para esses alunos saberem como construir a paz”, disse a escritora e presidente do Maceió Voluntário, Maristela Pozitano.

Ainda de acordo com Maristela, “Houve a transformação. Os professores sentiram que os alunos estão mais engajados e também com melhores condições de resolver os próprios conflitos que acontecem dentro da escola”, se referindo aos resultados do projeto Construtores da Paz. “É construindo a paz que eles vão ter um futuro melhor”, falou Luzia Rodrigues, que faz parte da coordenação do projeto Construtores da Paz, que tem como objetivo levar debates sobre a cultura de paz, da ética e da cidadania para estudantes de escolas públicas de Alagoas.